Dez méritos do Manchester City e de Guardiola na incrível conquista da Premier League

O time que parecia vulnerável se transformou em uma nova máquina de ganhar jogos de futebol que conquistou a Inglaterra pela sétima vez

atualizado 11/05/2021 22:42

Alex Livesey - Danehouse/Getty Images

“Falei comigo mesmo, com minha equipe, com meus amigos: eu não gosto do time”.

É raro um treinador admitir, de maneira tão franca, que está insatisfeito com o seu time. Mesmo que o tenha feito em um momento posterior, quando já o havia transformado em uma nova máquina de vencer jogos de futebol. Por outro lado, era impossível não reconhecer que o Manchester City estava à deriva. Guardiola teve seu pior começo de liga nacional. Apenas oito pontos nas primeiras cinco rodadas, apenas três vitórias nas primeiras oito. Os problemas da temporada anterior ainda pareciam vivos. A equipe continuava defendendo mal e estava atacando pior. Os reforços não pareciam se encaixar. A suspeita era que seu prazo de validade havia expirado. Guardiola nunca havia ficado tanto tempo ou montado um segundo grande time em um único clube. Era uma situação inédita: um time de Guardiola parecia vulnerável.

Leia a matéria completa no site do Trivela, parceiro do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias