Denunciado à Fifa, Fluminense pode perder pontos e ser impedido de contratar

Clube carioca foi condenado a pagar mais de 500 mil euros ao STK Samorin, ex-filial do clube carioca na Eslováquia, por uma antiga parceria

atualizado 17/09/2021 19:54

Lucas Merçon / Fluminense F.C.

O presidente do Fluminense surpreendeu a todos os torcedores em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (17/9). Márcio Bittencourt revelou que o clube foi processado por uma antiga parceria a pagar mais de 536 mil euros.

O responsável pela ação foi o STK Samorin, uma filial do clube carioca na Eslováquia. O acordo entre as duas equipes foi firmado em 2015, por quase 2 milhões de euros (cerca de R$ 12,5 milhões na cotação da época), e durou até 2019.

Na entrevista coletiva, Bittencourt explicou que a dívida foi reduzida. De 1,6 milhão de euros, para 536 mil euros. “Temos 40 dias para pagar ou tentar um parcelamento, sob pena de ficarmos impedidos de realizar transferências de jogadores, sob pena de perdermos pontos como o Cruzeiro perdeu no Campeonato Brasileiro. Só de dívidas FIFA, que são dívidas de curto prazo, nós temos pra lá de R$ 40 milhões”, disse o mandatário.

Segundo o presidente, o valor a ser pago aos eslovacos “é quase um mês de folha do nosso departamento de futebol”.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias