Coronavírus: atletas do Bayern e Borussia aceitam receber menos

Com a paralisação dos campeonatos, jogadores e dirigentes concordaram a reduzir os salários para ajudar os clubes financeiramente

atualizado 24/03/2020 15:53

O Campeonato Alemão está suspenso desde 13 de março por causa do coronavírus. Com a paralisação, os jogadores do Bayern de Munique e Borussia Dortmund aceitaram baixar uma porcentagem de seus salários para ajudar os clubes financeiramente enquanto não há jogos.

De acordo com as reportagens do Globoesporte.com e da rádio portuguesa TSF Rádio Notícias, o Borussia comunicou que os jogadores abriram mão “voluntariamente de uma parte dos seus salários, por solidariedade com os 850 empregados do clubes e suas famílias”. A mesma coisa fizeram os treinadores e dirigentes do time amarelo e preto.

A redução será de 20% durante a folga e, caso os jogos retornem sem público, diminuirá para 10%. A expectativa é que a economia chegue a 2,3 milhões de euros por mês.

Quanto ao Bayern, o jornal Bild noticiou a mesma redução de 20% dos salários dos atletas e dirigentes. Na última temporada, foram gastos cerca de 336,2 milhões de euros e 750,5 milhões de euros faturados.

Estes cortes pretendem garantir o emprego em todos os setores dos clubes durante a pausa.

Vídeos
Últimas notícias