Brasiliense entrou em campo, na tarde desta quarta-feira (13/2), na Boca do Jacaré, lutando pela classificação à segunda fase da Copa do Brasil 2019. Precisando da vitória diante do CRB-AL, o Jacaré, mesmo com um primeiro tempo impecável e várias oportunidades de gol, não conseguiu balançar a rede adversária, fechando o placar em 0 x 0. O resultado decretou a eliminação precoce dos anfitriões, uma vez que o regulamento favorece, em caso de igualdade no marcador, o time em melhor colocação no ranking.

Buscando o resultado de qualquer jeito, o Brasiliense começou a partida pressionando e teve várias chances claras de gol, principalmente nas jogadas criadas pelas pontas, com Alex Murici e Romarinho.

Insistindo no ataque, o Brasiliense não deixava o adversário jogar. Fechado na defesa e puxando rápidos contra-ataques, Reinaldo era acionado de forma constante em busca do gol. E foi dele que saiu a oportunidade mais clara do primeiro tempo, aos 37 minutos. Após passe em profundidade, o atacante ficou cara a cara com o goleiro Edson, mas, na hora da finalização, o arqueiro acabou desviando a bola para escanteio.

Apesar do lance desperdiçado, o Jacaré insistia nas finalizações. Já a equipe alagoana, assustada com a pressão, até tentou atacar e quase chegou no gol, mas Edmar Sucuri fez excelente defesa na finalização de Hugo.

Veja imagens da partida:

 

Segundo tempo morno
Animados com o desempenho da equipe no primeiro tempo, os mais de 900 pagantes na Boca do Jacaré esperavam um Brasiliense eficiente na segunda etapa, o que não aconteceu. Com um jogo mais cadenciado, as duas equipes começavam a criar jogadas de ataque, mas as finalizações iam para fora do gol.

Com o tempo passando, o técnico do Jacaré, Adelson de Almeida, começou as alterações, assim como o treinador rival, Roberto Fernandes. Após as mudanças, a melhor oportunidade da etapa final foi do CRB, quando Victor Rangel ganhou da marcação e bateu colocado no travessão de Edmar Sucuri. A bola ainda bateu no chão, mas acabou não entrando.

Na reta final da partida, a torcida, nervosa com o resultado, incentivava a equipe. Nos acréscimos, Peninha teve a última oportunidade, em cobrança de falta, mas Edson garantiu a defesa e a classificação do CRB para a próxima fase da Copa do Brasil.

Triste pela eliminação, o meia Almir lamentou as oportunidades perdidas na partida. “Um jogo para ser esquecido. Criamos várias chances, mas não balançamos a rede. Agora é voltar o foco para o Candangão, porque domingo tem outra batalha”, completou.

Os alagoanos agora esperam o vencedor de Sergipe e Goiás para saber qual será o adversário na segunda fase da Copa do Brasil.

Torneio local
Agora, o foco do Jacaré volta para o Candangão. No próximo domingo (17/2), a equipe enfrentará o Ceilândia, no Estádio Abadião. A partida está marcada para as 10h.

Ficha técnica

BRASILIENSE
Edmar Sucuri, Alex Murici, Lúcio, Badhiuga e Romano; Geovane (Luquinhas), Emerson Martins, Almir (Erick Flores) e Peninha; Romarinho e Reinaldo (Afonso)
Técnico: Adelson de Almeida
Cartão amarelo: Lúcio

CRB-AL
Edson Mardden, Junior, Wellington, Edson Henrique e Guilherme; Claudinei, Mateus, William Bárbio (Danilinho) e Ferrugem; Zé Carlos (Victor Rangel) e Hugo Sanchez (Felipe Menezes)
Técnico: Roberto Fernandes

Público: 992 pagantes
Renda: R$ 11.340
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves Lima (RS)