Conheça Hernán Crespo: ídolo argentino está perto de treinar o São Paulo

Campeão de 14 competições como jogador, Crespo é o atual vencedor da Copa Sul-Americana, título conquistado à frente do Defensa y Justicia

atualizado 08/02/2021 19:48

CrespoClaudio Villa /Allsport, Juan Roncoroni - Pool/Getty Images e Tony Marshall - PA Images via Getty Images

O São Paulo quer apostar em um argentino para comandar o time e ir em busca do objetivo que é acabar com a seca de títulos. Sem erguer um caneco desde 2008, o tricolor busca Hernán Crespo, de 45 anos, para liderar a equipe em 2021.

Campeão de 14 competições como jogador, Crespo é o atual vencedor da Copa Sul-Americana, título conquistado à frente do Defensa y Justicia em 2020. Este foi seu primeiro troféu como treinador em apenas quatro anos e meio de carreira.

O Defensa y Justicia é o 4º time que ele comanda. Começou em 2014/15, nas categorias de base do Parma da Itália, treinou o principal do Modena no ano seguinte e voltou ao seu país em 2018/19, assumindo o Banfield. Está no El Halcón desde 2019/20 e deixou seu nome marcado na história do clube ao conquistar o primeiro título continental da equipe.

Como jogador

Em ação dentro de campo, Crespo começou no River Plate, onde jogou por três anos de 1993 a 1996. Em 1996/97, foi para a Itália defender o Parma, onde ficou por quatro temporadas antes de transferir-se para a Lazio. Artilheiro, ele ficou no time biancocelesti por dois anos, de 2001/01 a 2001/02 e foi para a Inter de Milão no ano seguinte.

Depois partiu para o futebol inglês, onde defendeu o Chelsea em 2003/04 e 2005/06. Nesse meio tempo, vestiu a camisa do Milan. Após o segundo ano nos Blues, voltou à Inter, onde jogou por mais três temporadas, ficou um período no Genoa e voltou ao Parma, time que se dedicou por duas temporadas e meia e encerrou a carreira.

09

Os 14 troféus conquistados com as chuteiras nos pés foram: Libertadores pelo River Plate, Europa League pelo Parma, duas Ligas Argentina pelo River, uma Premier League e uma Supercopa da Inglaterra pelo Chelsea, três Campeonatos Italianos pela Inter, uma Copa da Itália pelo Parma e quatro Supercopas da Itália (uma pelo Parma, uma pela Lazio, uma pelo Milan e a quarta pela Inter).

Além dos canecos, Crespo também brilhou pela seleção argentina, disputando a Olimpíadas de 1996 — onde o país conquistou a medalha de prata no futebol —, em Atlanta, nos Estados Unidos, as Copas do Mundo de 1998, 2002 e 2006, e a Copa América de 2007.

Hernán faz parte da história do futebol mundial e jogou ao lado de grandes nomes: Messi, Agüero, Marcelo Gallardo (atual treinador do River Plate), Diego Simeone (atual técnico do Atlético de Madrid), Verón, Zanetti, Cannavaro, Materazzi, Batistuta, Terry, Lampard, Makélélé, Dida, Cafu, Maldini, Nesta, Gattuso, Pirlo, Seedorf, Kaká, Shevchenko, Petr Cech, Robben, Drogba, Júlio César, Bonucci, Figo, Ibrahimovic, Adriano Imperador, Balotelli e Ricardo Quaresma.

Rumo ao tricolor

O site da ESPN informou nessa segunda-feira (8/2) que a contratação de Crespo pelo São Paulo está encaminhada e deve ser concluída até o fim desta semana. O treinador já se despediu do Defensa y Justicia e restam apenas alguns detalhes para o acordo ser selado.

Após a demissão de Fernando Diniz, a equipe tricolor sondou André Villas-Boas, Schelotto e até Jorge Jesus, ex-Flamengo, entrou no radar.

Crespo chegou a ser procurado também pelo Santos, que busca um substituto para Cuca — o técnico finalista da Libertadores dá sinais de querer deixar o clube após fim da temporada. Porém, segundo o GE, o argentino pediu cerca de R$ 1 milhão por mês de salário e o Peixe descartou a possibilidade de negociação.

Vídeos
Últimas notícias