Com golaço de Bernardo, Brasiliense derrota o Ceilândia

O meia cobrou uma falta no ângulo e marcou o gol que decretou a vitória do Jacaré e carimbou a classificação da equipe para a próxima fase

atualizado 20/06/2022 10:28

Igo Estrela/Metrópoles

Em um jogo muito disputado dentro de campo, o Brasiliense enfrentou o Ceilândia, na tarde deste sábado (18/6), pela 10ª rodada da Série D. O jogo se encaminhava para um empate em 0 x 0 no Estádio Abadião, até que Bernardo, aos 44 do segundo tempo, cobrou uma falta no ângulo e marcou um golaço que decretou a vitória do Jacaré e carimbou a classificação da equipe para a próxima fase.

A equipe amarela, que soma 25 pontos enfrenta o Operário-MT na próxima rodada. O jogo acontece no sábado (25/6), ainda sem local definido.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
0

Jogo equilibrado

Apesar do bom início de jogo, com as equipes bem aplicadas taticamente e tocando a bola buscando espaços, as finalizações só aconteceram após os 10 minutos jogo. O Brasiliense, que controlava mais a posse, chegou primeiro. Aos 11, Andrezinho cruzou para Cabralzinho tentar de voleio e bater para fora. O Ceilândia respondeu dois minutos depois. Felipinho levantou para a área, Edmar Sucuri tirou de soco e a sobra ficou com para Igor com o gol aberto, mas o chute de fora saiu pela linha de fundo.

As equipes alternavam nas descidas mais perigosas. Com 17 minutos, Tarta cobrou escanteio na segunda trave e Romarinho chegou cabeceando no ângulo, mas Matheus Kayser fez uma boa defesa para evitar o gol. Aos 20 jogados, Felipinho acionou Matheus Faleiro em velocidade pelo corredor esquerdo do campo, que chegou batendo fraco nas mãos de Edmar Sucuri. Na reposição, Tarta arriscou de longe e bateu por cima da meta.

O Ceilândia melhorou no jogo na altura dos 30 minutos, mas pecava bastante na conclusão das jogadas. Aos 31, Matheus Faleiro dominou pela direita, abriu para meio e bateu fraco, sem problemas para a defesa de Edmar Sucuri. Quatro minutos mais tarde, Gabriel tabelou com Roberto Junior, que serviu Geovane na entrada da área. O volante bateu mascado e a bola saiu pelo lado direito do gol sem oferecer perigo.

Aos 36 minutos, Goduxo cruzou para Romarinho, que subiu e cabeceou tirando de Matheus Kayser e a bola saiu rente a base da trave. Dois minutos depois, Roberto Junior bateu da entrada da área e a bola saiu longe do gol, colocando fim nas emoções da primeira etapa.

Equilíbrio mantido  

Na segunda etapa, os times mantiveram o mesmo bom ritmo de jogo, com o Ceilândia se lançando um pouco mais ao campo de ataque. Aos quatro minutos, Roberto Junior recebeu na marca do pênalti e cabeceou por cima. A equipe chegou novamente aos 14 minutos, com Felipinho, que invadiu costurando a defesa e isolou o chute.

O Brasiliense só finalizou aos 17 minutos, com Tarta, que novamente tentou o chute e mandou por cima. A resposta do Gato Preto foi logo depois, aos 19’. Peninha, em sua primeira participação no jogo, girou em cima da marcação e bateu rasteiro um chute que saiu tirando tinta da trave.

Bernardo entra para decidir

O jogo seguia disputado no meio campo, e as chances eram raras, mas as duas últimas foram construídas pelo Jacaré. Com 30 minutos marcados no roléogio, Tarta cobrou escanteio na cabeça de Keynan, e a bola saiu perto do travessão. Quando a partida se encaminhava para terminar no 0x0, Bernardo pediu para cobrar uma falta  de uma distância de quase 25 metros aos 44 minutos e colocou no ângulo, para explodir na comemoração com seus companheiros pelo gol que decretou a vitória amarela. 1×0 no placar a liderança do grupo mantida.

CEILÂNDIA X BRASILIENSE

Série D – fase de grupos – 10ª rodada

18/06/2022, 15h30 – Estádio Abadião, Ceilândia-DF

Árbitro: Rafael Carlos Lima-AL

A1: Leila Moreira-DF

A2: David Sousa-DF

4º árbitro: Luiz Paulo Aniceto-DF

CEILÂNDIA

Matheus Kayser; Gabriel Arantes, Medeiros, Igor e China; Werick, Ferrugem (Peninha), Geovane e Felipinho (Mirandinha); Matheus Faleiro (Gleissinho) e Roberto Junior (Maycon Valeriano)

Técnico: Adelson de Almeida

Cartões amarelos: Felipinho, Matheus Falero, Igor

BRASILIENSE

Edmar Sucuri; Andrezinho (Jonathan Bocão), Keynan, Badhuga e Goduxo; Tarta, Aldo, Zotti (Daniel Alagoano) e Cabralzinho (Bernardo); Romarinho (Tobinha) e Hernane Brocador (Matheus Barboza)

Técnico: Celso Teixeira

Gols: Bernardo (44’ 2T)

Cartões amarelos: Aldo, Keynan

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu celular? Entre no canal do Metrópoles no Telegram e não deixe de nos seguir também no Instagram!

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias