Com dois de Neymar, PSG bate United e precisa de empate para avançar

Marquinhos também foi decisivo para o PSG, marcando o gol de desempate diante do Manchester

atualizado 02/12/2020 19:38

Laurence Griffiths/Getty Images

Neymar marcou duas vezes, Marquinhos fez o seu e Fred foi expulso. Em um jogo com protagonismo brasileiro no Old Trafford, o Paris Saint-Germain se manteve vivo para a rodada final da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa e embolou ainda mais a chave H ao derrotar o Manchester United por 3 x 1. Agora uma igualdade é suficiente para a classificação.

O resultado, somado ao triunfo do RB Leipzig por 4 x 3 sobre o Istanbul Basaksehir, na Turquia, provoca um empate tríplice no grupo, entre Manchester, PSG e Leipzig, todos com nove pontos. Já o time turco está eliminado, com apenas três. E será exatamente diante do clube de Istambul que o PSG vai jogar na rodada final, na próxima terça-feira, em casa. Já RB Leipzig e Manchester vão se enfrentar na Alemanha no mesmo dia.

Como o primeiro critério de desempate é o confronto direto, o PSG, que leva vantagem diante do Manchester, só precisa da igualdade para avançar. É o mesmo cenário para o time inglês, que aplicou 5 x 0 no RB Leipzig no Old Trafford.

Se o PSG chega à rodada final só dependendo dum empate para passar de fase, muito se deve a Neymar. Afinal, na rodada anterior, mesmo sem brilhar, foi dele o gol, de pênalti, da vitória sobre o RB Leipzig. Nesta quarta-feira, fez mais. Marcou duas vezes, o primeiro e o terceiro gols do seu time, e ainda participou das principais ações ofensivas da equipe. Marquinhos também foi decisivo para o PSG, marcando o gol de desempate diante do Manchester, que teve o brasileiro Fred expulso na sequência.

O jogo

Pressionado a vencer, o PSG começou a partida com protagonismo de Neymar. Inicialmente, o brasileiro deu a impressão de estar mancando, causando logo preocupação. Depois, deu alegria e alívio ao torcedor. Logo aos cinco minutos, ele tabelou com Mbappé, que disparou da entrada da grande área. A bola desviou na marcação e sobrou para o brasileiro, que bateu para as redes.

O gol marcou um ótimo início de jogo do PSG. Por duas vezes, o time quase ampliou no Old Trafford, em jogadas com a participação direta de Florenzi. Foi uma finalização perigosa do argentino, defendida por De Gea, e um cruzamento que Neymar chegou atrasado para mandar às redes.

Aos poucos, porém, o time foi perdendo o ímpeto, com o jogo ficando tenso e a arbitragem deixando de expulsar Fred, em uma decisão polêmica, após uma cabeçada em Paredes. E o Manchester empatou o duelo. Foi aos 31 minutos, após Navas espalmar finalização de Martial. Wan-Bissaka, então, cruzou rasteiro e para trás. Rashford bateu de primeira e contou com desvio em Danilo Pereira para marcar: 1 a 1. Depois, já no fim do primeiro tempo, Fred e Paredes voltaram a se estranhar, assim como Neymar com McTominay.

No começo da etapa final, o Manchester continuou melhor e perdeu duas chances claras de marcar, ambas com toques de efeito de Cavani. Na primeira, em um contra-ataque, ele deu passe de calcanhar para Rashford, que achou Martial, livre, mas que mandou por cima do gol. Depois, aos 11, em novo contra-ataque, o travessão impediu um golaço de cobertura do uruguaio.

E aí o PSG reagiu, com participações importantes de Neymar e, principalmente, Marquinhos. Aos 19, o atacante construiu jogada, Florenzi cruzou e o defensor acertou a trave em cabeceio. Aos 22, Neymar rolou para Bakker finalizar, parando em De Gea. No lance seguinte, saiu o gol. Aos 23 minutos, após cobrança de escanteio do atacante, Herrera bateu da entrada da área. A bola acertou Diallo e sobrou para Marquinhos, que chutou para fazer 2 x 1.

A situação para o PSG ficou ainda melhor no minuto seguinte, pois Fred recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso, após carrinho em Herrera. O time parisiense quase fez o terceiro em nova jogada de Neymar como “garçom”, mas que terminou com finalização para fora de Herrera.

O Manchester, mesmo com um a menos, buscou o empate. Chegou com perigo em voleio de Pogba, mas deu muitos espaços. E o PSG aproveitou. Mbappé perdeu chance incrível aos 43, em contra-ataque. Mas Neymar decidiu aos 45 minutos. Ele roubou a bola no campo de defesa e acionou Mbappé. Do francês, a bola foi para Rafinha, que, de dentro da área, rolou para Neymar finalizar às redes: 3 a 1.

Vídeos
Últimas notícias