China ou Vasco? Sem acordo com Cruzeiro, Dedé está de partida

O zagueiro deve definir o futuro longe da Raposa nos próximos dias: além do cruz-maltino, outros dois clubes brasileiro estão na briga

Bruno Haddad/CruzeiroBruno Haddad/Cruzeiro

atualizado 14/01/2020 18:15

O zagueiro Dedé não deve permanecer no Cruzeiro na temporada 2020. O defensor não acertou salário com a diretoria do time mineiro e o futuro será decidido nos próximos dias. De acordo com a assessoria de imprensa do jogador, ele tem propostas do Vasco, do futebol chinês e de outros dois clubes brasileiros.

A saída do Cruzeiro se tornou iminente devido à crise financeira pela qual passa o clube. Dedé não se sentiu à vontade com a nova realidade financeira da Raposa e foi liberado para negociar seu futuro.

“O Dedé foi um dos primeiros a dizer para nós que, na condição que o Cruzeiro pode oferecer agora, irá procurar uma alternativa”, afirmou o diretor de futebol do Cruzeiro, Ocimar Bolicenho, em entrevista ao canal ESPN.

Após se destacar com a camisa do Vasco, Dedé se transferiu para o Cruzeiro em 2013. A tendência é que deixe a Raposa e um retorno ao Vasco seria o caminho mais provável.

Últimas notícias