Ceará aproveita Palmeiras reserva e vence mais uma no Campeonato Brasileiro

Time de Guto Ferreira fez mais um bom jogo e venceu o time alternativo do alviverde, que descansa para a final da Libertadores

atualizado 24/01/2021 19:17

Ceará vence o PalmeirasEstadão Conteúdo / JOÃO DIJORGE

O Palmeiras entrou em campo neste domingo (24/1) contra o Ceará em partida válida pela 32.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Poupando seus melhores atletas para os próximos confrontos e pouco entrosado com time misto de reservas e jogadores que retornaram após lesões, a equipe paulista perdeu por 2 x 1, na Arena Castelão, em Fortaleza, contra um rival bem montado e afinado.

O jogo foi marcado pela excelente atuação de Gabriel Veron, que marcou o único gol do Palmeiras, e por muita reclamação de todos os lados, em especial do técnico Guto Ferreira, que chegou a ser advertido pelo árbitro. O resultado deixa o Palmeiras como sexto colocado com 51 pontos, enquanto que o Ceará subiu para a oitava posição, chegando a 45.

O JOGO – No primeiro tempo, o Palmeiras foi surpreendido por um Ceará bem colocado e rápido no contra-ataque. Ainda assim, a primeira grande chance do jogo foi aos 4 minutos com a tentativa de Lucas Lima que, após receber cruzamento de Scarpa, chutou forte, mas para fora. A equipe paulista manteve a ofensiva e conseguiu o escanteio após outro cruzamento de Scarpa, que encontrou Gabriel Silva, em sua primeira oportunidade como titular do Palmeiras, sem que conseguisse a finalização. Scarpa seguiu pressionando até que o Ceará fechou a marcação e reagiu.

Aos 9 minutos, após roubar a bola do próprio Gustavo Scarpa, Lima invadiu a área, ajeitou e abriu o placar para o Ceará em um chute de perna esquerda. A chance do time comandado pelo técnico português Abel Ferreira veio com Gabriel Veron, que retornou para a equipe após afastamento devido à lesão. O atacante pegou de primeira e por pouco não empatou o jogo aos 12.

Em lance polêmico, Patrick de Paula derrubou Léo Chú dentro da área e, sob uma chuva de questionamentos, foi marcado o pênalti. Veio cartão amarelo para Patrick, não pelo lance mas por reclamação e outro gol do Ceará, que ampliou a vantagem com cobrança da penalidade máxima por Vina, aos 28 minutos.

O gol da equipe alviverde paulista veio aos 32 minutos, com ótimo passe de Lucas Lima para Gabriel Veron, que chegou na área decidido e marcou com categoria na saída do goleiro Richard. O resto da primeira etapa foi da equipe do Ceará, cada vez pressionando mais, e de seu técnico, que recebeu advertência por parte do árbitro por excesso de reclamação. O episódio inusitado foi o cartão amarelo por reclamação para Eduardo, que estava no banco.

O segundo tempo prometia um Palmeiras melhor postado, que viria com mais ataque e maior armação de jogadas. Não veio. Nos minutos iniciais, Veron conseguiu o primeiro lance com perigo aos 5 minutos. Essa, no entanto, foi um das únicas jogadas de perigo do Palmeiras. Aos 12, ao tabelar com Vina, Leo Chú ficou sentindo na dividida com Emerson e saiu lesionado, sendo substituído na sequência.

Outro momento de importância foi a saída de Gómez, também retornando após afastamento por lesão, que, aos 34 minutos, bateu direto para o gol. O passe para o capitão do Palmeiras, no entanto, já foi feito em situação de impedimento, ainda que tivesse sido bem concluído.

Na continuação do momento inusitado do primeiro tempo, houve, aos 37 minutos da segunda etapa, a expulsão por reclamação de Eduardo, no banco, ao levar o segundo amarelo.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias