Caiu de novo: Adilson Batista não é mais técnico do Cruzeiro

Treinador, que foi demitido duas vezes na mesma semana, saiu denunciando bagunça da Raposa

atualizado 15/03/2020 19:14

Adilson Batista não é mais técnico do Cruzeiro. A decisão aconteceu após a derrota do time mineiro para o Coimbra, equipe que ainda não havia vencido nenhum jogo no Mineirão após oito rodadas.

Em pronunciamento dado ainda no estádio Independência, Adilson afirmou que o clube precisa, urgentemente, de um comando, pois, segundo ele, os encarregados atuais só querem mandar no futebol.

“Fui demitido pelo Carlos (Ferreira, gestor do futebol do Cruzeiro). Estarei na torcida, deixo claro que estou chateado pelos resultados recentes, que também temos culpa. Mas a gente precisa entender o processo. Tive a coragem de pedir pra que determinados jogadores saíssem, enfrentei”, afirmou.

“Ajudei nesse processo, com o clube numa bagunça, uma desordem. Atletas tomaram conta do clube, derrubaram o Mano, meu amigo, Abel, Rogério Ceni, tomaram conta do clube. Então, você chega e tem que limpar. Dei treino, durante alguns dias, com jogadores que eu não teria, até resolver esta situação, porque não tínhamos comando. Rezo pra que o clube tenha logo um presidente. Tá precisando urgentemente. Hoje tem 8 gestores. E os oito querem tomar conta do futebol”, opinou.

Essa é a segunda demissão que Adilson sofre na semana. Na última quinta-feira, após a Raposa ter sido derrotada pelo CRB, o conselho gestor do clube decidiu dispensá-lo. Porém, a decisão foi revista após a interdição do empresário Pedro Lourenço.

Mais lidas
Vídeos
Comprar ingresso para o jogo (Cruzeiro contra Chapecoense)
Últimas notícias