Brasiliense vence por 3 x 0 e garante vaga na próxima fase da Série D

Jacaré derrotou o Real Noroeste, com grande atuação de Zé Love, que marcou dois gols. Time espera por Caxias ou Mirassol

atualizado 12/12/2020 18:43

Zé love BrasilienseIgo Estrela / Metrópoles

Em uma tarde chuvosa neste sábado (12/12), o Brasiliense garantiu a vaga nas oitavas de final da Série D, ao bater a equipe do Real Noroeste por 3 × 0, na Boca do Jacaré. Com uma ótima atuação de Zé Love, que marcou duas vezes a assumiu a vice-artilharia da competição, com 10 gols. O outro tento da equipe amarela foi anotado por Peninha, já no final da partida.

Agora o Jacaré espera a definição do confronto entre Mirassol e Caxias, que jogam neste domingo (13/12), às 15h30, no Estádio José Maria de Campos Maia, em Mirassol-SP.

Primeiro tempo

O campo ainda encharcado dificultou o toque de bola das equipes nos primeiros minutos. As jogadas em velocidade pelos lados eram as alternativas encontradas, e foi assim que o Brasiliense chegou ao gol pela primeira vez, aos oito minutos jogados. Jefferson |Maranhão escapou pela direita e cruzou para Zé Love antecipar a marcação com o bico da chuteira e obrigar Farley a praticar uma boa defesa.

Zé Love abre a conta

No lance seguinte, novamente pelo lado direito, Diogo recebeu e bateu cruzado. Mais uma vez Farley levou a melhor. Na terceira vez em que o Brasiliense chegou, o arqueiro do Real Noroeste foi vencido. Aos 12’, Peu cruzou rasteiro e Zé Love, bem posicionado, apareceu por trás da defesa para empurrar a bola para o fundo do gol. 1×0 para o Jacaré.

Após sofrer o gol, a equipe merengue passou a buscar mais o ataque. Aos 14’, Aloísio cruzou, Keynan ao tentar tirar a bola tocou contra a própria meta e Fernando Henrique fez a defesa com os pés. Três minutos depois, Wesley Popo cabeceou e a bola saiu rente ao travessão. Com 25 no cronometro, Marcel recebeu pela ponta direita, dominou e soltou o pé com efeito. O chute passou em frente ao gol e se perdeu pela linha de fundo.

O último terço do primeiro tempo foi bem truncado. O Brasiliense marcava bem com duas linhas próximas e sólidas, o que dificultava os avanços da equipe capixaba. A última finalização foi aos 47 minutos. Igor Santos arriscou de fora a área, mas o chute saiu para fora sem oferecer perigo.

0

Jacaré implacável

Os primeiro 15 minutos do segundo tempo foram de um jogo de perde e ganha no meio campo, com pouca organização na condução de jogadas. O Jacaré foi quem ameaçou primeiro. Peu pegou a sobra pelo lado esquerdo e soltou o pé em cima do goleiro merengue. Aos 17’, Jandson levantou para a área, Marcel testou firme e Fernando Henrique com um tapinha desviou a bola para escanteio.

Aos 18’, o Jacaré encaixou um contra golpe rápido. Zotti percebeu a entrada de Zé Love na área e cruzou na medida. O camisa 9 mais uma vez antecipou a marcação e anotou o segundo gol do Brasiliense no jogo e seu décimo gol na Série D.

O gol ascendeu o jogo. Aos 25’, Peninha carregou a bola da direita para o meio e soltou o pé de fora. A bola saiu rasteira no canto esquerdo da meta do Real. A equipe capixaba respondeu aos 31 minutos. Isaías foi lançado em velocidade e finalizou a queima roupa frente a frente com Fernando Henrique, que fez uma bela defesa.

Aos 40’, Peu recebeu livre pela esquerda e finalizou em cima de Farley. Seis minutos depois, foi a vez de Fernando Henrique segura o chute de Matheus Firmino. No apagar das luzes, uma tabelinha entre Carlos Eduardo e Zotti encontrou |Peninha, que invadiu a área e bateu com categoria para fazer o terceiro e decretar a classificação do Jacaré às oitavas de final da Série D.

Vídeos
Últimas notícias