*
 

O Oeste-SP veio a Brasília para enfrentar o Brasiliense, pela primeira fase da Copa do Brasil, e saiu do Mané Garrincha com a vaga debaixo do braço. Na noite desta terça-feira (6/2), os dois empataram em 1 x 1. O Oeste pegará o Figueirense na próxima etapa.

“Mostramos que temos condições de jogar de igual pra igual com uma equipe da Série B, mas na Copa do Brasil você tem de ser infalível, se não fica pra trás. Infelizmente, foi o que aconteceu hoje”, lamentou o técnico do Brasiliense, Rafael Toledo.

As duas primeiras fases são disputadas em jogo único, e o time paulista, melhor colocado no ranking da CBF, entrou em campo com a vantagem do empate. Ainda assim, o rubro-negro chegou a fim de vencer. Esse desejo se intensificou com a facilidade que o Oeste tinha de trocar passes nos primeiros minutos.

Edmar Sucuri salvou belo chute de Wallace Bonilha aos 11 minutos, resultado de um arrastão feito pelo Oeste no início. Henrique teve muita liberdade pelo lado esquerdo.

Da metade da primeira etapa em diante, o Jacaré melhorou. O chamado último passe começou a chegar. Aos 41, Patrick entrou pela direita e cruzou na cabeça de Nunes. O experiente atacante, no meio de vários adversários, cabeceou para o chão e tirou as chances de Willian Menezes defender. A partida estava aberta.

Erro em escanteio
Mesmo com a vantagem, o Brasiliense voltou ofensivo no segundo tempo, com mais oportunidades do que o Oeste. Mas aos 19, Mazinho cobrou escanteio, e Rafael Luz aproveitou a falha defensiva para empatar.

O time do DF precisava de um gol para garantir a vaga na segunda fase. Rafael Toledo fez as vezes de gandula para tentar acelerar as jogadas da equipe da casa. O Brasiliense avançava afobado e perdeu algumas chances. Sem mais um gol, a eliminação foi confirmada.

“Empenho nunca faltou pra gente. Não deixamos de lutar, mas não foi o suficiente para a nossa classificação”, avaliou o volante Aldo.

Na próxima sexta-feira (9/2), o Jacaré disputa o clássico pelo Candangão contra o Gama, novamente no Mané Garrincha, às 20h.

Copa Verde
A CBF confirmou o jogo de volta do Brasiliense, pela Copa Verde, contra o Itapemirim (ES), para o próximo dia 15, às 20h30, no Mané Garrincha. Na partida de ida, os capixabas venceram por 2 x 1. O Jacaré tem encontro marcado com o Ceilândia no dia anterior (14), pelo Candangão, que deve ser adiado.

FICHA
Brasiliense (1)

Edmar Sucuri; Patrick, Wallace, Badhuga e Mário Henrique; Aldo (Bruno Mota), Souza e Radamés; Romarinho (Elcarlos), Peninha e Nunes
Técnico: Rafael Toledo

Oeste (1)
Willian Menezes; Daniel Borges, Joilson, Leandro Amaro e William Cordeiro (Raphael Luz); Lídio, Betinho e Mazinho; Wallace Bonilha, Henrique (Marion) e Bruno Lopes (Nicolas Careca)
Técnico: Roberto Cavalo

Gols: Nunes, aos 41 minutos do primeiro tempo, e Rafael Luz, aos 19 do segundo tempo

Cartões amarelos: Daniel Borges e Bruno Lopes (Oeste); Mário Henrique, Peninha e Nunes (Brasiliense)
Árbitro: Bruno de Araújo (RJ)
Estádio: Mané Garrincha
Público: não divulgado

 

 

COMENTE

brasilienseCopa do BrasilOeste-SP
comunicar erro à redação

Leia mais: Futebol