Brasiliense da base do Flamengo precisou de 20 dias para ser campeão

Luis Guilherme, 14 anos, chegou ao clube em 1º de março e no dia 21 do mesmo mês ergueu seu primeiro troféu

atualizado 02/04/2021 11:45

Arquivo pessoal

Ser jogador(a) de futebol é o sonho de muitas crianças. Jogar em time grande é o objetivo de muitos atletas que começam no esporte. Um dia, vestir a camisa do Flamengo é o desejo de muitos jogadores por todo o Brasil. O Luis Guilherme Aucélio, de Brasília, pegou um atalho para realizar esses três sonhos.

Aos 14 anos, Luis está no caminho para se tornar um jogador profissional, passou por times grandes e já veste a camisa do Flamengo. Como se a história dele não pudesse ficar melhor, ele precisou de apenas 20 dias no clube para gritar “É campeão!”

0

Essa história, no entanto, começa na capital federal, quando o atleta tinha apenas 5 anos. “Eu sempre amei jogar futebol. Sempre me identifiquei com o esporte e adorava jogar com meu irmão e meus pais. Com 5 para 6 anos, meus pais decidiram me colocar na escolinha do Iate Clube de Brasília, e foi lá que comecei a treinar e fiz minha base do futebol”, lembrou Luis.

Aos 13 anos, em 2019, surgiu a primeira oportunidade em uma categoria de base, no Atlético-MG, e ele partiu sozinho para Belo Horizonte. “Foi uma experiência incrível, um período no qual eu evoluí muito, e que contribuiu muito com a minha formação como atleta”, contou.

“Fui aprovado com dois amigos, e nós nos mudamos para BH, onde morávamos juntos. A principal dificuldade é a saudade dos amigos e dos familiares. Sempre que meus pais e meu irmão podiam, eles me visitavam”, desabafou o menino.

“A saudade é a pior parte, mas quando é pelo nosso sonho, temos de superar obstáculos”, ressaltou Luis Guilherme.

Então, surgiu o Flamengo. “Depois de participar de alguns torneios em Brasília, eu acabei sendo convidado para entrar para o elenco (do Flamengo) e sem pensar duas vezes eu aceitei, pois tenho certeza que uma oportunidade como essa não bate na porta duas vezes e que qualquer jovem que sonha jogar futebol iria querer estar no meu lugar”, celebrou.

No dia 1º de março, Luis se apresentou ao time carioca e, como gente grande, ele é grato à oportunidade. “É muito gratificante poder estar em um clube como o Flamengo, o maior clube do Brasil. É algo que Deus está me proporcionando, me dando essa oportunidade e agora vou dar o meu máximo no dia a dia para mostrar meu trabalho e ter sucesso aqui.”

Primeiro título

Ele só não esperava que o sucesso viria tão rápido. Com o Campeonato Carioca Sub-15 adiado para maio por causa da pandemia da Covid-19, o Flamengo entrou em um torneio de sub-15 com cinco times, o Torneio FCB. No dia 21, somente 20 dias após a chegada no time, Luis ergueu seu primeiro troféu com a camisa rubro-negra, após se sagrar campeão do torneio.

Inspirado em Cristiano Ronaldo, “pelo seu foco, sua determinação, persistência e sua mentalidade de um verdadeiro campeão, de sempre querer evoluir”, Luis encara uma rotina puxada ainda longe da família.

“Eu me apresento no Flamengo às 7h da manhã, tomo café da manhã no clube e em seguida nós fazemos um trabalho na academia. Depois, vamos para o campo, onde treinamos até umas 10h. Vou para casa, descanso, almoço e estudo no contra turno dos treinos”, detalhou o atleta. “Infelizmente, ainda não tenho minha família morando comigo. Toda semana um familiar meu, entre meus pais, tios, tias e etc, se disponibiliza para ficar comigo no Rio de Janeiro.”

Com tantos sonhos já realizados, o jovem volante tem sede de conquistar ainda mais e o próximo passo é jogar no Maracanã lotado. “Esse com certeza está entre meus sonhos e objetivos. Jogar em um Maracanã lotado é o sonho de qualquer garoto. Com muito trabalho espero um dia realizá-lo”, idealiza Luis.

“Quero me profissionalizar, poder vestir a camisa do Flamengo pelo profissional, dar muitos títulos para a Nação, e vestir a camisa da Seleção Brasileira.”

Demonstrando já ser bem maduro, o brasiliense fala sobre o seu estilo de jogo: “Acredito que sou um jogador inteligente, que gosta de jogar com a bola, mas que acima de tudo sempre pensa no melhor para a equipe, ajudando ofensivamente e defensivamente”.

O Flamengo tem o costume de utilizar bem os jovens formados em sua base. Recentemente, por exemplo, tivemos a ascensão de nomes como Hugo Souza, Natan, Matheuzinho, Hugo Moura, João Gomes, Pepê e Rodrigo Muniz. Em 2017, com apenas 16 anos, Vinicius Jr do Real Madrid estreou como profissional no Rubro-Negro. Com isso, então, a torcida pode ficar de olho nos talentos vindos do Ninho e esperar para ver Luis Guilherme defendendo as cores do clube.

Vídeos
Últimas notícias