Botafogo conta com gol contra para vencer o CSA dentro de casa

A vitória manteve o Glorioso na zona de classificação para a Copa Sul-Americana 2020, em 13º, agora somando 33 pontos

Reprodução/TwitterReprodução/Twitter

atualizado 21/10/2019 21:59

O Botafogo recebeu o CSA no Engenhão, nesta segunda-feira (21/10/2019), e conseguiu somar três pontos na segunda partida de Alberto Valentim de volta ao comando da equipe. O alvinegro fez 2 x 1 e contou com gol contra de Luciano Castán para abrir o placar. Sofreu o empate em cobrança de pênalti de Ricardo Bueno, mas não demorou muito para retomar a vantagem com Igor Cássio.

A vitória manteve o Glorioso na zona de classificação para a Copa Sul-Americana 2020, em 13º, agora somando 33 pontos. Enquanto o CSA, caiu uma posição na zona de rebaixamento e passou a ocupar a 18ª colocação, com 26 pontos.

O jogo
O primeiro ataque da partida saiu dos pés do Botafogo. Luiz Fernando fez boa jogada e cruzou na cabeça de Victor Rangel, que acabou mandando ela para fora, mas serviu para levantar a torcida no Engenhão. A partir daí o alvinegro seguiu controlando a posse de bola e o CSA se segurando atrás. Depois de bons minutos sem conseguir chegar de forma efetiva, aos 15, Luiz Fernando cruzou forte e rasteiro na área, Luciano Castán — zagueiro irmão do jogador do Vasco — tentou cortar e ela foi para o fundo das redes de João Carlos — substituto de Jordi. Gol contra do CSA.

Aos 26 minutos, a bola sobrou na entrada da área para Marcinho, que tentou o chute, mas saiu sem força. Na marca dos 35, novamente saiu outra finalização fraca. Cícero bateu falta que chegou no gol fácil para a defesa de João Carlos. Aos 42, Valencia lançou Luiz Fernando pela direita, ele conseguiu entrar na área e meter o pé na bola. Ela passou muito perto da trave da meta do CSA.

Já nos acréscimos, Apodi acreditou de longe e mandou a bomba no alvo. Gatito se esticou todo para fazer a defesa e mandar para escanteio. Após a cobrança do tiro de canto, Dawhan colocou a cabeça na bola, mas dessa vez o goleiro do Glorioso defendeu com facilidade. O primeiro tempo terminou com posse de bola maior do time visitante (46% x 54%), mas mais tentativas do carioca: 7 x 3.

2º tempo
Assim como se deu na primeira etapa, aos 5 minutos, Victor Rangel procurou a fundo das redes. Valencia mandou na área, João Paulo ajeitou e o camisa 29 perdeu grande chance na cara do gol. O goleiro alagoano conseguiu fazer boa defesa e mostrou que o reflexo vai bem, obrigado. Aos 19 minutos, Yuri tocou a mão na bola dentro da área e o juiz marcou pênalti sem pensar duas vezes. Ricardo Bueno pegou a bola e igualou o placar. Gatito quase conseguiu defender, mas o atacante bateu rasteiro e forte o suficiente para guardar o dele no jogo.

O empate do CSA durou apenas 3 minutos. No 23º minuto, Gabriel lançou bem Igor Cássio, que conseguiu dominar a bola dentro da área, sem marcação, e acertar lindo chute para colocar o Botafogo na frente novamente. Aos 33, o volante alagoano João Vitor recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, depois de pisar em Diego Souza.

Aos 36, Marcinho cruzou bem dentro da área, Victor Rangel tentou o voleio e furou, mas a bola passou e chegou em Igor Cássio, que conseguiu finalizar, porém para fora. Quando o relógio marcava 40 minutos, Valencia caprichou no chute da entrada da área, mas João Carlos se esforçou para jogar a bola para escanteio.

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo87
W D W W W
2Santos71
D W L W L
3Palmeiras68
D D L L L
4Athletico-PR63
W W W D W
5Grêmio62
W L W L W
6São Paulo60
D D W L W
7Corinthians56
D L W L W
8Internacional54
D D L W L
9Fortaleza50
W D W W D
10Goiás49
L D W W L
11Atlético-MG48
D L D W W
12Bahia48
L D L D W
13Vasco47
W D D L W
14Fluminense43
D W W D D
15Botafogo42
L W W L L
16Ceará38
L D L D L
17Cruzeiro36
D D L L L
18CSA32
L L W L L
19Chapecoense31
W W L L W
20Avaí19
L D L L D
Últimas notícias