Bayern de Munique bate PSG por 1 x 0 e é campeão da Champions League

Gol de Coman no segundo tempo dá ao time alemão a sexta "orelhuda" da história do clube

atualizado 23/08/2020 18:18

Twitter/Reprodução

O Bayern de Munique é hexacampeão da Liga dos Campeões. A grande sensação da competição na temporada voltou a vencer e, com um gol de Coman no segundo tempo, bateu o PSG por 1 x 0 para levantar a sexta “Orelhuda” da história da agremiação. O título coroa a primeira vez que uma equipe conquistou a Liga dos Campeões de maneira invicta.

A partida começou estudada por parte das duas equipes. O Bayern de Munique começou o embate pressionando o PSG já na saída de bola. Com isso, sufocou os franceses no campo de ataque. Depois de sobreviver à pressão inicial, Neymar e companhia conseguiram igualar as ações.

Aos 17, Neymar saiu cara a cara com Neuer. Na finalização, o goleiro alemão conseguiu desviar o chute. O brasileiro ainda tentou passar para Di María no rebote, mas o arqueiro conseguiu colocar pra escanteio.
Quatro minutos depois foi a vez do Bayern de Munique chegar com perigo. Lewandowksi recebeu de costas e, na finalização, carimbou a trave de Navas.
O jogo seguia em ritmo eletrizante e, aos 23, Di María foi quem perdeu a chance. Após contra-ataque puxado por Neymar, o argentino tentou a batida de perna direita, mas mandou por cima da meta defendida por Neuer.
Aos 44, o PSG perdeu a chance mais clara de gol do primeiro tempo. Após recuperar a bola dentro da grande área, Mbappé recebeu passe açucarado de Ander Herrera. No chute, porém, o francês bateu fraco, nas mãos de Manuel Neuer.
2º tempo
As equipes voltaram a se estudar no início do segundo tempo. Isso, entretanto, não impediu que Bayern e PSG promovessem cenas lamentáveis. Após chegada forte de Gnabry em Neymar, os jogadores das duas equipes promoveram um empurra-empurra na lateral do campo. Passada a confusão, Gnabry e Paredes foram advertidos com cartão amarelo.
O Bayern de Munique abriu o placar aos 14 minutos. Em bola alçada na área por Kimmich, Kehrer ficou vendido no lance e viu Coman subir sozinho para cabecear, no contrapé de Navas.
Dez minutos depois, Marquinhos teve boa chance para igualar o placar. Ele recebeu passe de Di María e tentou bater na saída de Neuer. O paredão alemão, entretanto, saiu do gol para impedir o empate.
Nervoso, Neymar foi amarelado aos 35 minutos, após falta em Lewandowski. Precisando buscar o empate, Thomas Tuchel promoveu alterações tentando levar o PSG para o ataque. As trocas, entretanto, não surgiram efeito. Kurzawa, que entrara pouco antes, acertou Kimmich e também foi advertido.
Em meio às tentativas de empatar, o PSG perdeu grande chance aos 46 minutos. Neymar achou Chupo-Mouting dentro da área, mas o atacante não conseguiu marcar. Foi a última oportunidade de igualar o marcador do embate, que terminou com vitória por 1 x 0 e sacramentou a festa alemã em Lisboa.

Vídeos
Últimas notícias