Barcelona usará redução no futebol para pagar funcionários

Em comunicado, clube deu detalhes de como será a organização financeira do clube enquanto durar o estado de alerta causado pelo coronavírus

atualizado 30/03/2020 10:34

Depois do craque Lionel Messi confirmar que aceitou reduzir o salário em 70%, o Barcelona deu detalhes de como será a organização financeira durante o período de alerta com o coronavírus. O clube se manifestou em comunicado explicando que não foi só o time de futebol que aceitou reduzir os vencimentos.

Ainda de acordo com o clube, a diminuição será responsável pelo pagamento integral dos salários dos funcionários da agremiação. Além de Messi, Suárez e companhia, a maioria do elenco do basquete blaugrana também concordou em reduzir os salários durante a paralisação das competições.

“No caso do elenco de futebol, a redução será superior aos 70% inicialmente pleiteados pelo clube. Esse aporte adicional, somado ao que será feito pelo clube, permitirá pagar na totalidade os salários dos funcionários não-ligados ao esporte”, destacou o clube.

O Barcelona agradeceu o esforço realizado pelos atletas, que concordaram em reduzir os salários. Messi, porém, deixou claro que não gostou da pressão exercida pelo time. Na visão do craque argentino, a imagem é de que os jogadores estavam sendo jogados contra a torcida culé.

Vídeos
Últimas notícias