Balançou e caiu: Felipão não é mais técnico do Palmeiras

Em sua última passagem pelo clube paulista, Luiz Felipe Scolari conquistou o Brasileiro do ano passado

Divulgação/PalmeirasDivulgação/Palmeiras

atualizado 02/09/2019 22:07

Fim da linha para Luiz Felipe Scolari como técnico do Palmeiras. Após uma reunião com o treinador na noite desta segunda-feira (02/09/2019), o clube optou pela demissão de Felipão e de sua comissão técnica. As informações são do repórter Andre Hernan, da página Globoesporte.com.

O treinador começou a balançar após a pausa para a Copa América, quando o Palmeiras perdeu a liderança do Campeonato Brasileiro depois de sete rodadas sem vencer, foi eliminado da Copa do Brasil, pelo Inter, e da Libertadores pelo Grêmio. A gota d’água foi a derrota acachapante sofrida contra o Flamengo por 3 x 0, no Maracanã, no último domingo (01/09/2019).

Essa foi a terceira passagem de Luiz Felipe Scolari no Palmeiras. Pelo Verdão, o treinador conquistou duas Copas do Brasil (1998 e 2012), uma Mercosul (1998), uma Libertadores (1999), um Rio-São Paulo (2000) e um Brasileiro (2018).

Pela Libertadores, o grande objetivo do projeto do Palmeiras, Felipão parou, no ano passado, no Boca Juniors na semifinal, e, neste ano, no Grêmio pelas quartas.

O Palmeiras divulgou, em seu site oficial, uma nota sobre a decisão. Confira:

A Sociedade Esportiva Palmeiras decidiu, no início da noite desta segunda-feira (2), encerrar o vínculo de trabalho com o treinador Luiz Felipe Scolari.

Juntamente com ele, deixam os cargos os auxiliares Paulo Turra e Carlos Pracidelli.

O clube reafirma seu respeito e admiração por toda a história do técnico Felipão no Palmeiras. Em relação a esta recente passagem, o Alviverde agradece por todo o trabalho e dedicação, que resultaram na conquista do Campeonato Brasileiro de 2018.

Últimas notícias