Avaí x Flamengo no Mané muda show de Pabllo Vittar e deve ir à Justiça

Jogo do Campeonato Brasileiro em 7 de setembro provoca mudanças em três eventos previamente agendados: um deles ameaça entrar com liminar

Igo Estrela/Metrópoles

atualizado 28/08/2019 22:15

A mudança da partida entre Avaí e Flamengo para o Estádio Mané Garrincha, em 7 de setembro, válida pelo Campeonato Brasileiro, provocou um alvoroço em eventos que estavam previamente agendados para ocorrer no mesmo dia e local no DF: a micareta LGBT, com o Bloco da Pabllo Vittar, o Made in Japan e as finais do Campeonato da Associação Liga de Futebol dos Advogados e Advogadas do Brasil (ALIFA).

Por meio de nota, enviada ao Metrópoles nesta quarta-feira (28/08/2019), a Secretaria de Esporte e Lazer do DF garantiu que a cidade terá estrutura suficiente para sediar todos os eventos, e que nem mesmo o Desfile da Independência será empecilho para a realização do duelo.

“Brasília está preparada para receber grandes eventos e a comemoração do Dia da Independência não afetará a realização do jogo. Quanto aos demais eventos agendados, a SEL, juntamente com os organizadores, irá buscar as melhores alternativas para atendê-los.”

As soluções encontradas pela Secretaria de Esporte e Lazer, no entanto, não agradaram a todos. Um dos sócios do evento cultural Made in Japan, Elisson Ferreira Freire informou que a última posição da pasta foi dada às 19h54 desta quarta. No documento enviado, a sugestão é de três novas localidades (Pavilhão do Parque da Cidade, Ginásio Nilson Nelson ou Estacionamento do Parque da Cidade), o que não agrada.

De acordo com ele, a organização do Made in Japan está disposta a entrar na Justiça para garantir o encontro. “Vamos entrar com uma liminar para garantir o nosso evento no local agendado e na data estabelecida de acordo com a reserva agendada e confirmada.”

Em relação à micareta LGBT com o Bloco da Pabllo, a decisão já foi tomada: a festa que seria no estacionamento do Estádio Mané Garrincha foi transferida para a área externa do Ginásio Nilson Nelson. “A Secretaria de Esporte entrou em contato com a gente e nosso evento foi transferido sem maiores prejuízos. Nós apenas pedimos um apoio da Secretaria de Segurança Pública em relação à segurança do jogo, já que um grande efetivo já estava previsto para o desfile e para as manifestações. Com o jogo, pedimos esse apoio para garantir a segurança dos nossos clientes na região”, informou Ricardo Lucas, um dos organizadores do evento.

O acordo com a ALIFA foi costurado ainda durante a tarde desta quarta. “A pedido da secretaria, mudamos os locais das finais. As decisões serão no Estádio Bezerrão e na academia do Corpo de Bombeiros. Entendemos a importância de um jogo dessa grandeza (Avaí x Flamengo) e para nós não foi problema. O GDF tem sido parceiro, nos ajudado a receber 2.500 advogados. Não tinha porque não entender”, afirmou o presidente da associação, Fernando Augusto.

Vídeos
Últimas notícias