Atlético-MG derrota Atlético-GO e assume 2º lugar no Brasileirão

Hulk fez seu quarto gol no Brasileirão, para delírio dos atleticanos no Independência. Já Keno foi um dos destaques da partida

atualizado 14/05/2022 21:18

KenoBruno Cantini / Agência Galo / Atlético

O Atlético-MG encerrou um jejum de quatro partidas sem vitória ao derrotar o Atlético-GO, neste sábado (14/5), no Estádio Independência, em Belo Horizonte, em duelo válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o atual campeão brasileiro alcançou os 12 pontos, enquanto o rival goiano permanece sem vitória na competição e apenas em 19º lugar.

Logo a um minuto, a torcida do Atlético-MG presente no Independência tomou um susto, após escapada de Léo Pereira pela direita, que Shaylon quase aproveitou para abrir o placar.

O atual campeão brasileiro manteve a calma e o toque de bola para pressionar o adversário, principalmente pelo lado esquerdo, com Keno (foto), que foi um dos destaques da partida.

Apesar do domínio, o Atlético-MG não conseguia finalizar suas jogadas com perigo. O jeito foi apostar nas bolas paradas e foi desta forma que o time mineiro abriu o placar. Aos 13 minutos, Keno cobrou escanteio e a bola acabou tocando no capitão Marlon Freitas, que acabou marcando contra.

Apesar da vantagem no marcador, o Atlético-MG manteve a marcação forte na saída de bola do Atlético-GO, que praticamente não conseguiu mais sair de seu campo.

Aos 16 minutos, em jogada ensaiada, o Atlético-MG quase fez o segundo. Nacho bateu escanteio pela direita, Guga fez o corta-luz e Keno quase fez o segundo.

Empurrado pela torcida, o time mineiro pressionou em busca do segundo gol, mas não conseguiu superar a barreira formada pelos onze atletas goianos, que se concentravam da intermediária defensiva para trás.

A etapa final foi mais disputada, com os atletas mais nervosos, cometendo mais faltas, mas com pouca produção ofensiva. O Atlético-MG perdeu seu jogador mais atuante e ofensivo, quando Keno sentiu uma lesão muscular e foi substituído por Ademir, logo aos cinco minutos.

O Atlético-MG só foi entusiasmar de novo sua torcida aos 24 minutos, após jogada individual de Hulkm que só parou em uma dividida com o goleiro Ronaldo, um dos melhores em campo.

Com a pressão, o Atlético-GO falhou em uma saída de bola e o lance sobrou para Hulk. O atacante fez seu quarto gol no Brasileirão, para delírio dos atleticanos no Independência.

Daí até o final, o Atlético-MG diminuiu um pouco o ritmo, despreocupado pois o adversário não teve forças para reagir.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias