Argentina deixa Arena Corinthians e jogo com Brasil é suspenso

Jogadores argentinos teriam omitido às autoridades brasileiras sobre presença na Inglaterra, país em zona restrita, e não fizeram quarentena

atualizado 05/09/2021 20:05

Alexandre Schneider/Getty Images

Devido à violação de protocolos sanitários por parte de quatro jogadores da Argentina, o jogo entre Brasil e os hermanos, na Arena Corinthians, foi interrompido ainda nos primeiros minutos do 1º tempo e os comandados de Leonel Scaloni não retornarão a campo.

Após mais de 40 minutos de paralisação, os jogadores da Argentina se trancaram no vestiário e, com a chegada da Polícia Federal à arena, deixarão o estádio. Ainda não se sabe se a partida será remarcada ou se  o Brasil ficará com os pontos devido à quebra de regra por parte dos argentinos.

Os jogadores da Seleção Brasileira permaneceram no gramado fazendo trabalhos leves com bola.

Em comunicado nas redes sociais, a Conmebol se manifestou:”Por decisão do árbitro da partida, o encontro organizado pela FIFA entre Brasil x Argentina pelas Eliminatórias da Copa do Mundo ficará suspenso. O árbitro e comissário da partida apresentarão um relatório à Comissão Disciplinária da Fifa, que determinará quais serão os próximos passos. Esses procedimentos são de responsabilidade exclusiva dos regulamentos vigentes”, disse, em comunicado.

“As Eliminatórias da Copa do Mundo são uma competição da Fifa. Todas as decisões sobre sua organização e desenvolvimento são de responsabilidade exclusiva da instituição”, concluiu.

Entenda o caso

O goleiro Emiliano Martinez, os meia Emiliano Buendia e Giovani Lo Celso e o zagueiro Cristian Romero estariam violando as regras sanitárias do país por não terem cumprido a quarentena obrigatória após não comunicarem às autoridades que estiveram no Reino Unido nos últimos 14 dias.

Com isso, agentes da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que recomendou a deportação do quarteto, tentaram entrar em campo. O clima de confusão impediu a continuidade do jogo, que foi paralisado pelo árbitro.

Em entrevista ao vivo para a Rede Globo, Antônio Barra Torres diretor-presidente da Anvisa,  explicou que, após constatada a presença dos jogadores argentinos no Reino Unido, país que se encontra em zona restrita, assim como Irlanda do Norte, África do Sul e Índia, a entidade recomendou a quarentena e a deportação dos jogadores.

A portaria nº 655, de 23 de junho de 2021, estabelece regras para a entrada de estrangeiros no Brasil durante a pandemia de Covid-19, e diz o seguinte:

§ 7º O viajante que se enquadre no disposto no art. 3º, com origem ou histórico de passagem pelo Reino Unido da Grã-Bretanha e Irlanda do Norte, pela República da África do Sul e pela República da Índia nos últimos quatorze dias, ao ingressar no território brasileiro, deverá permanecer em quarentena por quatorze dias.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias