Argentina decreta luto de três dias pela morte de Diego Maradona

O ex-jogador e ídolo morreu nesta quarta-feira (25/11) após uma parada cardiorrespiratória

atualizado 25/11/2020 14:32

MaradonaJean-Yves Ruszniewski/Corbis/VCG via Getty Images

Ídolo argentino, Diego Maradona, uma das lendas do futebol, morreu nesta quarta-feira (25/11) após uma parada cardiorrespiratória. Devido à despedida do ídolo, o presidente Alberto Fernández decretou três dias de luto logo após ser confirmada a morte de “Don Diego”.

“Você nos levou ao mais alto do mundo. Você nos fez imensamente felizes. Você foi o maior de todos. Obrigada por ter existido, Diego. Vamos sentir sua falta o resto da vida”, escreveu Fernández em suas redes sociais, ao postar uma foto abraçado com Maradona.

A vice-presidente, Cristina Kierchner, também prestou sua homenagem: “Muita tristeza, partiu um grande. Até sempre Diego, te queremos muito. Um abraço enorme a seus familiares e seres queridos”.

0

Vídeos
Últimas notícias