Árbitro conta detalhes do drama com Eriksen: “Estava olhando para ele”

O inglês Anthony Taylor revelou que "estava a dez metros de distância e olhando diretamente para ele"

atualizado 04/08/2021 9:51

Anthony Taylor e EriksenLars Ronbog / FrontZoneSport via Getty Images

O árbitro da partida entre Dinamarca x Finlândia, na primeira rodada Eurocopa, quando Christian Eriksen sofreu mal súbito em campo, deu entrevista e revelou detalhes daquele dia.

Ao Daily Mail, o inglês Anthony Taylor contou que “estava a dez metros de distância e olhando diretamente para ele”. “Não havia ninguém perto. Pude ver claramente que algo estava muito errado. Sem dúvida foi a situação mais complicada da minha carreira, mas mostra a importância de gerir as pessoas e as emoções”, disse ao admitir que sentiu a pressão para tomar as decisões dentro de campo.

“Os torcedores pensam que os árbitros não têm coração e estão lá apenas para estragar as tardes deles, mas o ponto principal é entender como as pessoas se sentem e reagem”, ressaltou Taylor.

Ele revelou se incomodar com os elogios sobre a sua conduta naquela partida e diz que todos os reconhecimento devem estar focados nos médicos. “Os verdadeiros heróis são os médicos que fizeram as compressões e Simon Kjaer (capitão da Dinamarca) que iniciou. Meu papel mudou um pouco, me tornei o centro da gestão de crise. É frustrando ser elogiado. Reitero que a única coisa que fiz foi chamar os médicos”, constou.

Anthony ainda esclareceu que a decisão de retomar a partida depois do ocorrido “foi feita em comum acordo com os dois grupos de jogadores e as federações. Os jogadores de futebol falaram com Christian no telefone. E Christian mandou que terminassem o jogo”, revelou.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias