Após análise do VAR, Vasco pedirá anulação de jogo contra o Inter

Em nota, clube afirma que linhas do assistente de vídeo confirmam posição ilegal do volante do Internacional

atualizado 25/02/2021 13:18

Reprodução

Após análise do material audiovisual que recebeu da CBF referente à atuação do VAR entre Vasco e Internacional, a diretoria do clube carioca está confiante em impugnar o resultado do jogo, que terminou em 2 x 0 para o Colorado.

No entendimento do Vasco, as linhas traçadas para identificar o posicionamento dos jogadores deixam claro o impedimento do volante Rodrigo Dourado no primeiro gol do Internacional.

Em determinado momento da comunicação entre os operadores do VAR, uma das pessoas afirma assertivamente: “Pode definir”, justamente no momento em que uma linha vermelha é traçada sobre o ombro de Dourado, do Inter, e outra azul no pé de Ricardo Graça, do Vasco.

Em contato com o GE, o Vasco afirma ter em mãos um “material fático e probatório”, que embasará manifestação jurídica a ser encaminhada ao STJD nesta quinta-feira (25/2).

Veja a transcrição dos principais momentos do diálogo entre a equipe do VAR e a de campo com os personagens identificados:

1’26” – VAR (JOSÉ CLÁUDIO): Aguarda, lance ajustado, tá? Volta lá “naquela” batida.
1’26” – Assistente de VAR1 (THIAGO PEIXOTO): Flávio, lance bem ajustado. Segura aí, por favor.
1’30” – VAR (JOSÉ CLÁUDIO): Nesse primeiro que você vai ter que botar a linha. “Lá de cima.” O primeiro de branco (Ricardo Graça).
1’40” – OPERADOR DE VÍDEO DA EMPRESA (PAULO): Tá, eu acho que não vai ter como a gente colocar a linha.
2′ – ÁRBITRO FLAVIO DE SOUZA (falando com os jogadores em campo): Impedimento, checando em impedimento.
VAR (JOSÉ CLÁUDIO):- É o 36 (Ricardo Graça) de branco e o 13 (Dourado) de vermelho.
2’20” – VAR (JOSÉ CLÁUDIO): Pode colocar o próximo e subimos no ombro.
2’31” OPERADOR DE VÍDEO DA EMPRESA (PAULO)- A linha não ficou boa porque a sombra atrapalhou, a gente não tem linha.
VAR (JOSÉ CLÁUDIO):- Não tem como pôr linha?
2’57” OPERQDOR DE VÍDEO DA EMPRESA (PAULO):- A linha tá pegando a sombra do campo. Não tem como…
3’01” VAR (JOSÉ CLÁUDIO):- Não tem como, a gente tem que definir?
3’20” AVAR 1 (THIAGO PEIXOTO)- Continuamos com dificuldades técnicas, Flávio. Por isso a demora.
3’38” VAR (JOSÉ CLÁUDIO):- Marca aí, sobe até o ombro.
3’44” AVAR 1 (THIAGO PEIXOTO)- A linha que nós não estamos conseguindo colocar, mas agora conseguimos o momento certo de colocar a linha.
4’02” AVAR 2 (FABRICIO PORFÍRIO): – Acho que vai ter que por um para trás. Vai dar impedido isso aí.
4’10” VAR (JOSÉ CLÁUDIO):- Pode definir, é isso aí. Define, define, define.
4’28” OPERADOR DE VÍDEO DA EMPRESA (PAULO)- Tecnicamente a linha não tá boa.
4’33 VAR (JOSÉ CLÁUDIO):- Flávio, gol legal! Gol legal.
4’50” ASSISTENTE DE CAMPO 1 (DANILO MANIS)- Deixa só eu fazer um comentário: alertei sobre esse jogador que ele estava em posição. Faz a preventiva e aí evita isso..

Confira a nota do Vasco na íntegra:

“O Club de Regatas Vasco da Gama confirma que recebeu, na noite desta terça-feira (23), material de áudio e vídeo do VAR referente à partida Vasco da Gama x Internacional, realizada no dia 14/02/2021, válida pela 36ª rodada do campeonato brasileiro de futebol.

O conteúdo audiovisual foi analisado pelos departamentos de Futebol, Jurídico e de Tecnologia do Clube. As imagens mostram de maneira incontestável a posição de impedimento do jogador Dourado do Internacional no lance em questão, prejudicando o Vasco da Gama de forma irreparável na partida. Mais ainda, mostra que as linhas do VAR foram aplicadas e confirmaram o impedimento, reconhecido inicialmente pelo árbitro de vídeo, que, em seguida, de maneira açodada e temerária, confirma o gol ilegal do Internacional.

Esse material fático e probatório será utilizado na manifestação jurídica do Vasco a ser entregue nesta quinta-feira (25/02) ao STJD, provando de maneira clara e objetiva o erro de direito contra o Vasco, cujo resultado não pode ser outro, além da impugnação da partida.

Na sua manifestação junto ao STJD hoje o Clube reforçará a solicitação do conteúdo do VAR anterior ao apito inicial (pré-jogo) que até o momento não foi disponibilizado”.

Vídeos
Últimas notícias