Após 7 meses de trabalho, Jesualdo Ferreira é demitido do Santos

O último jogo foi justamente o da eliminação diante da Ponte, no qual a equipe santista saiu na frente no placar, mas acabou perdendo

atualizado 05/08/2020 16:40

Ivan Storti/Santos FC

Após a dolorosa queda nas quartas de final do Paulistão, contra a Ponte Preta, o Santos decidiu demitir o treinador Jesualdo Ferreira. O português estava há pouco mais de sete meses no cargo e deixa o comando do clube nas vésperas do início do Brasileirão 2020.

No comando do Peixe, Jesualdo disputou 15 partidas, sendo seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas, resultando em 48,9% de aproveitamento. O último jogo foi justamente o da eliminação diante da Ponte, no qual a equipe santista saiu na frente no placar, no início do jogo, mas acabou perdendo de virada, por 3 x 1.

Os dirigentes do Santos têm pressa e Cuca é um dos cotados para o cargo. Segundo a reportagem da Gazeta Esportiva, o treinador, que esteve à frente do Peixe em 2018, gostaria de assumir o posto e deve estar disponível ainda nessa semana. O nome de Rogério Ceni também está na mesa, mas a contratação é vista como improvável. Ricardo Catalá, do Mirassol, foi sugerido como opção da mesma forma.

A vinda de outro técnico estranheiro não está descartada, mas o clube pensa na situação da pandemia do novo coronavírus no Brasil e na necessidade de se organizar rapidamente pensando na estreia do Campeonato Brasileiro. O primeiro compromisso do Santos está marcado para domingo (9/8), às 16h, contra o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro.

Vídeos
Últimas notícias