Agente defende Robinho de condenação por estupro: “Ela foi safadinha”

O atacante, ex-Santos e Milan, foi condenado a nove anos de prisão pelo estupro de uma mulher albanesas

atualizado 08/04/2021 13:45

Robinho SantosFriedemann Vogel/Getty Images

Condenado a nove anos de prisão pelo estupro de uma mulher albanesa durante sua passagem pelo Milan, Robinho foi defendido pelo seu agente, Wagner Ribeiro. Ele afirmou ter convivido com jogadores brasileiros que faziam sucesso na Europa e falou sobre a relação deles com as mulheres.

“Eu sei que o Robinho não teve culpa. Convivi com jogadores como Ronaldo, Roberto Carlos, Beckham, Júlio Baptista e Robinho, é claro, e eles nunca precisaram de dinheiro ou de forçar relação com ninguém. As mulheres maravilhosas faziam fila para ficar com eles”, afirmou em entrevista ao portal Uol.

“Ele (Robinho) foi assediado. Ela foi safadinha e ficou com ele e mais quatro ou cinco. Muitas mulheres vinham de países pobres como Albânia e Ucrânia e chegavam na Europa para fazer a vida. Foi consensual. Ele tem 37 anos e poderia ainda jogar, mas os patrocinadores exigiram que o Santos não mantivesse o contrato que nem tinha sido assinado. Uma sacanagem com ele”, disse.

Vídeos
Últimas notícias