6 x 0: Brasiliense goleia Bolamense no Candangão 2019

Vítor Mariano, de apenas 18 anos, no seu primeiro jogo como titular, faz partida de “gente grande” e desencanta no Mané Garrincha

Igo Estrela/MetrópolesIgo Estrela/Metrópoles

atualizado 24/03/2019 22:19

Na tarde deste domingo (24/3), o Brasiliense recebeu o Bolamense pela última rodada da primeira fase do Candangão 2019. O duelo entre o vice colocado e o lanterna acabou sendo especial para Vitor Mariano, de 18 anos. Em seu primeiro jogo como titular, o estreante assinalou três gols, na vitória amarela por 6 a 0, diante da onça pintada.

Com total superioridade ao adversário, o Brasiliense jogou o primeiro tempo em ritmo de treino. Tocando bem a bola e mantendo sempre a posse no sistema ofensivo. Peninha, Vítor Mariano e Almir movimentavam e envolviam a defesa adversária.

Apesar da superioridade e oportunidades perdidas nos minutos iniciais de jogo, a rede começou a ser balançada aos 24 minutos, com Vítor Mariano. O atacante aproveitou o rebote da batida de Emerson Martins, foi oportunista e abriu o placar no Mané, marcando seu primeiro gol com a camisa do Jacaré.

A liderança no placar deixou o esquadrão amarelo solto em campo. Com jogadas envolventes, o Jacaré dava trabalho para a defesa adversária sempre quando chegava no setor ofensivo. E a pressão resultou no segundo gol aos 32 minutos, mais uma vez com Vítor Mariano. O jogador aproveitou a rápida jogada dentro da área e desviou o chute do Romano, ampliando o resultado.

Mesmo cadenciando o jogo, o visível cansaço do Bolamense favorecia as rápidas jogadas do Jacaré. O time tocava a bola com facilidade, chegando sempre com perigo na área do adversário. A insistência, ainda no primeiro tempo, resultou no terceiro gol, agora de Wallace. Após jogada ensaiada, o jogador aproveitou a assistência de Welton Felipe e fechou o primeiro tempo com 3 a 0 no placar.

Três vira… seis acaba
Com o mesmo time do primeiro tempo, o Brasiliense voltou com um excelente ritmo. Com a falta de jogadores reservas e totalmente desmotivados em campo, o Bolamense ainda tentou assustar o goleiro Edmar Sucuri em três oportunidades.

No passar da segunda etapa, Adelson de Almeida começou a fazer algumas alterações, rodando alguns atletas para dar ritmo de jogo. A equipe continuou na pressão, chegando ao quarto gol, com o Welton Felipe. De cabeça, ele escorou o cruzamento de Alex Murici, aos 18 minutos.

Em ritmo frenético, a pressão continuou até mais um gol sair. Em mais um forte contra-ataque do Jacaré, a arbitragem acabou assinalando pênalti em cima de Vítor Mariano. O atacante assumiu a responsabilidade e de perna direita bateu forte, marcando seu terceiro na partida e o quinto do Brasiliense.

Empolgado, o cronômetro de jogo passava, mas o Jacaré não parava em campo. Em mais uma forte jogada pela direita, Reinaldo e Mirandinha, que haviam entrado no decorrer do segundo tempo, construíram a jogada do sexto gol. Após Reinaldo chutar forte, Gomes cedeu mais uma vez ao rebote nos pés do Mirandinha. Esta foi a maior goleada da competição local.

Segunda colocação e Capital nas quartas
A vitória fez o Jacaré finalizar a primeira fase da competição com 28 pontos, na segunda colocação da tabela, com uma campanha de 9 vitórias, um empate e uma derrota.

Ao fim da 11ª rodada, com todos os resultados definidos, o adversário do esquadrão amarelo será o Capital, que terminou a competição em sétimo lugar. O primeiro duelo mata-mata, diante da Coruja será na próxima quarta-feira (27), às 20h, no Estádio Mané Garrincha.

FICHA TÉCNICA: BRASILIENSE 6 X 0 BOLAMENSE
Candangão 2019 – 11ª rodada
24/03/2019, 15h30, Estádio Mané Garrincha, Brasília-DF

Público e Renda: não divulgados
Árbitro: Pedro Alves
A1: José Reinaldo
A2: Luciano Benevides
4º árbitro: Cristiano Gayo
Inspetor: Geufran Oliveira

BRASILIENSE
Edmar Sucuri, Alex Murici, Welton Felipe, Wallace e Romano; Radamés, Emerson Martins, Peninha (Mirandinha) e Almir; Maikon Leite (Cabralzinho) e Vítor Mariano (Reinaldo).
Técnico: Adelson de Almeida
Gols: Vítor Mariano (24’, 32’/1T e 23’/2T), Wallace (41’/1T), Welton Felipe (18’/2T) e Mirandinha (35’/2T).
Cartões amarelos: Cabralzinho

BOLAMENSE
Gomes, Marquinhos, Lucas, Regito e Márcio Barreto; Jorginho (Cesinha), Zé Henrique, JP e Hélio (Tonho); Herisson e Gutemberg.
Técnico: Marcus Vinícius

Últimas notícias