Funcionária que denunciou Caboclo depõe na CBF e gera comoção

A moça se reencontrou com colegas antes do depoimento ao Conselho de Ética. Rogério Caboclo tem até o fim do mês para apresentar defesa

atualizado 16/06/2021 16:40

Posse do Presidente Rogério CabocloLucas Figueiredo/CBF

A funcionária que denunciou o presidente afastado CBF, Rogério Caboclo, por assédio moral e sexual retornou à entidade após dois meses para prestar depoimento. Ela retornou nessa segunda-feira (14/6) para depor no Conselho de Ética da entidade, a informação foi divulgada pela ESPN Brasil.

Segundo a publicação, a funcionária havia pedido uma licença para cuidar de problemas de saúde sofridos em decorrência dos abusos. Seu retorno para o prédio da entidade gerou comoção e emoção entre os colegas e funcionários da CBF.

Ainda de acordo com as informações reveladas pela ESPN Brasil, a moça teria se emocionado muito ao retornar ao local de trabalho.

Responsável pela denúncia que culminou no afastamento de Caboclo, a moça foi ouvida pelos responsáveis da investigação do caso e reforçou todos os pontos apresentados na denúncia inicial.

Rogério Caboclo foi afastado da presidência da CBF no dia 6 de junho, ele tem até o fim desse mês para apresentar a sua defesa ao Conselho de Ética. Não há um prazo pré-estabelecido para a resolução do caso.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias