Flamengo nega compra de percentual e renovação de Arrascaeta não avança

Defensor, do Uruguai, exige a compra de 25% dos direitos do meia. Reajuste salarial é ponto acordado na negociação

atualizado 13/08/2021 18:30

Arrascaeta volta a treinar no Flamengo após fériasMarcelo Cortes/Flamengo

E a torcida do Flamengo segue apreensiva na espera de uma conclusão para novela da renovação de De Arrascaeta. Nesta sexta-feira (13/8), jogador e clube se reuniram em busca de um acordo, o que acabou não ocorrendo. Segundo informações publicada no “GE”, a compra de 25% dos direitos econômicos do jogador que pertencem ao Defensor, do Uruguai, é o ponto que está impedindo a conclusão da negociação.

Ainda de acordo com a publicação, o reajuste salarial do jogador é um ponto já acordado por todas as partes. No entanto, o investimento de mais de 5 milhões de euros para a compra dos direitos não tem a mesma aceitação por parte da diretoria Rubro-Negra.

O acordo entre jogador, seu empresário e o clube ainda dependem deste item. O Flamengo estaria disposto a comprar apenas uma parte dessa porcentagem, e não tudo como está sendo exigido.

A renovação do meia segue se arrastando desde o início do ano. O contrato de Arrascaeta se encerra no fim de 2023. Aos 27 anos, o jogador tem sido um pilar da equipe desde 2019. Sob o comando de Renato Portaluppi retomou o protagonismo tanto na Copa do Brasil, como no Campeonato Brasileiro e na Libertadores.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias