*
 

Desde que começou a virar sensação no Distrito Federal, o futebol americano estava à procura de uma casa. A modalidade passou por alguns estádios nas regiões administrativas, mas nunca foi bem aceita. Recentemente, o Metrópoles mostrou que os jogadores estavam se sentindo ameaçados ao usarem o Bezerrão, já que a torcida do Gama alega que o esporte da bola oval estraga o gramado. Mas agora, enfim, o problema será resolvido.

Na manhã desta segunda-feira (2/5), o vice-governador Renato Santana e a secretaria de Esportes, Leila Barros, acompanharam a Federação Brasiliense de Futebol Americano (FBFA) em visita ao Estádio Serejão, em Taguatinga. Em consenso, decidiram que o local, a partir do segundo semestre, sediará todos os jogos da modalidade. “O estádio precisa passar por alguns ajustes, o gramado está bem ruim, mas ficamos felizes com a decisão. Ao menos poderemos iniciar o campeonato nacional “, declarou Adalberto Patrício, presidente da FBFA.

Até lá, duas partidas do campeonato estadual estão agendadas. No dia 21, Leões de Judá e Tubarões do Cerrado se enfrentarão no Estádio Augustinho Lima, em Sobradinho. A final do campeonato estadual será em Goiânia, no Estádio da Serrinha, que tem mais estrutura. A expectativa é que quando o campeonato nacional começar, o Serejão já esteja pronto. Além disso, em longo prazo, os representantes do futebol americano sonham com uma arena construída especificamente para o esporte, em Taguatinga.