Com suspeita de coronavírus, morre técnico da seleção de esgrima

O russo Gennady Miakotnykh sentiu os sintomas e falou com seu plano de saúde, que o aconselhou a fazer quarentena em vez de ir ao hospital

atualizado 25/03/2020 22:59

O russo Gennady Miakotnykh, treinador da seleção brasileira de esgrima, morreu nesta quarta-feira (25/03), em São Paulo, aos 79 anos. Com suspeita do coronavírus, ele passou mal em sua casa. Gennady era considerado um dos principais de sua profissão.

O treinador havia passado pela Itália, França e pelos Estados Unidos nas últimas semanas. Ele voltou ao Brasil há uns 10 dias, após a Copa do Mundo de esgrima, que seria em Londres, ter sido cancelada por causa da pandemia.

Nesta terça (24/03), ele sentiu os sintomas e falou com seu plano de saúde, que o aconselhou a fazer quarentena em vez de ir ao hospital. No entanto, de acordo com o UOL, um dos atletas do russo informou que treinador passou mal e precisou chamar a ambulância. Miakotnykh foi levado ao Hospital São Luiz, mas não resistiu no caminho e faleceu.

O Instituto Médico Legal (IML) de São Paulo informou o prazo de dois dias para determinar a causa da morte. Mas, segundo fontes do UOL, o treinador deve mesmo ter sido vítima da Covid-19.

Últimas notícias