metropoles.com

Brasil fecha primeiro dia do Parapan com 46 medalhas e liderança geral

Com 19 medalhas de ouro, o Brasil alcança a maior marca de sua história no primeiro dia de competições

atualizado

Compartilhar notícia

Alê Cabral/CPB
Nadadora comemora a sua medalha de ouro na competição
1 de 1 Nadadora comemora a sua medalha de ouro na competição - Foto: Alê Cabral/CPB

A equipe do Brasil começou com tudo e já no primeiro dia dos Jogos Parapan-Americanos de Santiago 2023 conquistou 46 medalhas, sendo que foram 19 de ouro, 14 de prata e 13 de ouro. Com o resultado o Brasil já assumiu com folga o quadro geral de medalhas, que tem a Argentina em segundo com apenas cinco medalhas de ouro.

A primeira medalha brasileira veio com a nadadora Patrícia Pereira, nos 50m peito feminino pela classe SB3, para atletas com limitações físico motoras, seu tempo foi de 58s19, batendo o recorde Parapan-Americano por seis segundos de diferença. Nessa mesma prova, outra brasileira ganhou medalha, Lídia Vieira, que ficou com o bronze com o tempo de pouco menos de 1min09. Confira as outras medalhas brasileiras no dia:

Natação

Os nadadores do Brasil foram o grande destaque do primeiro dia oficial da competição, brilhando nas aguas chilenas, foram 19 medalhas ao todo, com 10 ouros, cinco pratas e quatro bronzes. Um dos destaques foi o nadador do Distrito Federal, Wendel Bellarmino, que ganhou o seu primeiro ouro na prova dos 50m livres S11. Quem também se destacou foi a jovem Alessandra Oliveira, que com apenas 15 anos conseguiu o ouro na final dos 100m peito classe SB4.

Halterofilismo

O grande destaque brasileiro foi a campeã mundial e paralímpica Mariana D’andrea, que compete pela categoria até 73kg. Ela conseguiu levantar 116,3 kg e conseguiu a medalha de ouro. O Brasil ainda conseguiu mais duas medalhas de ouro, a primeira veio com Caroline Fernandes, que competiu na categoria até 79kg, e levantou 94,7 kg, a segunda veio no masculino, com Lucas Manoel, que competiu na categoria até 49kg e atingiu a marca de 150kg levantados. Ainda teve tempo para mais uma medalha, essa de bronze, com Ezequiel Correa, na categoria até 72kg, onde ele levantou 186kg.

Tênis de Mesa

Os mesa tenistas brasileiros também se destacaram nesse primeiro dia, e foi a modalidade em que o país mais conseguiu medalhas, 22 ao todo, sendo seis de ouro, oito de prata e também oito de bronze. O grande destaque ficou para Danielle Rauen, que em uma final brasileira derrotou a jovem Jennyfer Parinos e garantiu o tricampeonato do Parapan-Americano.

Esportes Coletivos

No Goalball o Brasil goleou no feminino e no masculino, entre as mulheres as vítimas foram as argentinas, que saíram derrotadas por 12 x 2, já no masculino a vítima foi a equipe da Colômbia que foi atropelada por 11 x 1, em um jogo de total superioridade brasileira.

Mas nem tudo foram flores no primeiro dia, pois o Brasil acabou perdendo em duas modalidades, Rugbi e Basquete em cadeira de rodas. No primeiro, a derrota foi para a Colômbia por 55 x 48. Já no Basquete o Brasil teve um final de jogo ruim e viu o Canadá vencer por 61 x 44.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comEsportes

Você quer ficar por dentro das notícias de esportes e receber notificações em tempo real?

Notificações