Universo/Brasília inicia preparação para a temporada 2018/2019

Com alterações na comissão técnica e até no vestiário, time teve contratos assinados nesta segunda-feira (05/08/2019)

Felipe Mendes/DivulgaçãoFelipe Mendes/Divulgação

atualizado 05/08/2019 22:35

A temporada 2019/2020 começou oficialmente para o Universo/Brasília nesta segunda-feira (05/08/2019). Em uma conversa com portas fechadas, que contou com a presença de jogadores e comissão técnica, o time deu início aos trabalhos visando a disputa da 12ª edição do Novo Basquete Brasil (NBB), o maior campeonato de clubes do basquete brasileiro. A única ausência foi a do pivô Ronald, que se reapresenta ao time nesta terça-feira (06/08/2019). Apesar de ter mantido grande parte do elenco que defendeu a capital federal na temporada passada, o time brasiliense terá algumas caras novas no vestiário. O preparador físico Carlos Carvalho deixou a equipe e foi contratado pelo Corinthians. Para seu lugar, o Universo/Brasília adicionou Iran Nakamura. Os brasilienses também contrataram a psicóloga esportiva Mariana Mendes, que já trabalhou com o basquete em outras oportunidades.

Para o diretor do Universo/Brasília, a conversa inicial entre jogadores e comissão técnica é uma ótima forma de iniciar os trabalhos. Desta forma, todos ficam a par do que será esperado dos profissionais no decorrer da temporada.

“A conversa foi a melhor possível. Talvez junto com o Pinheiros a gente tenha sido a equipe que mais manteve jogadores no elenco. Na nossa visão, esse é um fator preponderante para que tenhamos mais êxitos do que na temporada anterior. O contato foi maravilhoso. Os novos jogadores que chegaram já ouviram e acredito que já entenderam qual o espírito de Brasília e como funcionam as coisas por aqui”, disse, com exclusividade ao Metrópoles. 

Sobre as novas aquisições da comissão técnica, o diretor revelou que, especialmente no caso da psicologia esportiva, o Universo/Brasília salta na frente dos adversários, uma vez que são poucas as equipes que investem no aspecto psicológico do jogo.

“O Iran é um profissional extremamente capacitado. A gente agradece muito ao Carlos (Carvalho), que fez um trabalho maravilhoso em Brasília e se tornou uma referência nacional. Com a experiência da nossa comissão técnica, tenho certeza que o Iran irá trilhar o mesmo caminho de sucesso. Um treinamento mental é muito importante. A gente sempre discute que os elencos são parecidos e que o que vai definir o jogo é o psicológico. Nós vamos trabalhar, trouxemos uma profissional que já trabalhou com a nossa equipe e já foi campeã brasileira com a gente”, celebrou o dirigente.

Vestiário de cara nova
“A ASCEB não vibra, ela pulsa, como as batidas do coração”. Foi com esta frase, em analogia ao estádio de La Bombonera, que Bernardo Bessa explicou o “tour” de torcedores no renovado vestiário do Universo/Brasília, após a reunião dos jogadores e da comissão técnica. Durante os últimos dias, o espaço passou por um intenso trabalho de renovação, que incluiu consertos pontuais no teto, limpeza profunda no carpete e uma adesivagem especial. Todas essas melhorias foram vistas por um grupo de felizardos, que tiveram a oportunidade de conhecer o local antes mesmo do início da temporada. Um deles, Gabriel Souza, não segurou a emoção e chorou ao ver a própria foto estampada em uma das janelas do vestiário dos donos da ASCEB.

“Isso aqui não existe sem torcida. O que pulsa o coração de uma equipe é a sua torcida. Ver a torcida se emocionando é ter a certeza de que você começou a temporada com o pé direito. Não tenho dúvidas de que os atletas vão absorver este sentimento”, destacou Bernardo Bessa.

Últimas notícias