Mundial de Basquete: Argentina e Espanha se classificam às semifinais

Invictas até o momento, Argentina e Espanha derrotaram Sérvia e Polônia, respectivamente, pelas quartas de final

Chen Jimin/China News Service/VCG via Getty ImagesChen Jimin/China News Service/VCG via Getty Images

atualizado 10/09/2019 13:18

O Mundial de Basquete Masculino, disputado na China, conheceu, nesta terça-feira (10/09/2019) as duas primeiras seleções classificadas às semifinais. Invictas até o momento, Argentina e Espanha derrotaram Sérvia e Polônia, respectivamente, pelas quartas de final, e agora aguardarão os dois duelos desta quarta para conhecerem os rivais na luta por uma vaga na grande decisão

Na cidade de Dongguan, a Argentina desbancou por 97 x 87 a Sérvia, que era uma das maiores favoritas a derrotar a seleção dos Estados, que conta com jogadores da NBA. Já com a vaga garantida nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, os argentinos contaram com uma grande atuação do pivô Luis Scola e do armador Facundo Campazzo.

Aos 39 anos, Scola anotou 20 pontos no confronto, pegou cinco rebotes e segue sonhando em levar a Argentina de volta à uma final de um Mundial – foi vice-campeão em 2002. Já o armador do Real Madrid distribuiu 12 assistências, fez 18 pontos e ainda pegou seis rebotes. Na semifinal, os argentinos encararão o vencedor do confronto entre Estados Unidos e França.

Em Xangai, foi a Espanha que mostrou força ao derrotar a Polônia por 90 x 78 e avançar para enfrentar nesta sexta-feira quem passar de Austrália e República Checa. Favoritos no confronto, os espanhóis contaram com grande atuação de Juancho Hernangomez, Rudy Fernandez e Ricky Rubio e dominaram os adversários do início ao final do jogo.

Juancho Hernangomez estava com a mão calibrada e acertou três arremessos em cinco tentativas de três pontos, com aproveitamento de 60%. Ele terminou a partida com 14 pontos.

A vitória sobre a Polônia ainda rendeu um recorde a Ricky Rubio. O armador se tornou o jogador com o maior número de assistências da história do Mundial. Ele havia empatado com o argentino Pablo Prigioni ao dar quatro passes contra a Sérvia e se isolou na liderança nesta partida. Foram nove assistências para o espanhol

“É uma honra, realmente, atingir uma marca de um de meus ídolos. Joguei contra ele (Prigioni) inúmeras vezes e aprendi muito com ele. Estar na mesma categoria que ele, é uma honra enorme mesmo”, disse Rubio quando foi informado sobre o seu recorde.

Classificação

PosTimePÚltimos
jogos
1Flamengo42
W W W W W
2Palmeiras39
D L W W W
3Santos37
L D W D L
4Internacional33
W L W W W
5Corinthians32
W D W D L
6São Paulo32
W L D L D
7Bahia31
D W W W D
8Grêmio28
D W D W W
9Atlético-MG27
L L L L L
10Botafogo27
L D L W D
11Athletico-PR26
L L W D L
12Vasco23
L W L L W
13Ceará22
L L L D D
14Fortaleza22
L D W L D
15Goiás21
D W L L L
16Fluminense18
L L W L W
17Cruzeiro18
W D W L L
18CSA16
W D L W D
19Chapecoense14
W D L L L
20Avaí13
L D W L W
Últimas notícias