Ex-jogadores são presos por fraudarem plano de saúde da NBA

Os suspeitos teriam fraudado cerca de R$ 22 milhões, Glen Davis está entre os detidos pelas autoridades

atualizado 07/10/2021 13:57

Glen DavisTim Warner/BIG3/Getty Images

Cerca de 4 milhões de dólares (R$ 22 milhões) foram fraudados do Plano de Saúde e Bem-Estar da NBA por 18 ex-jogadores. A informação é da “NBC”. Os 18 envolvidos foram presos pelas autoridades norte-americanas.

Os atletas detidos pela fraude são: Terrence Williams, Alan Anderson, Anthony Allen, Shannon Brown, William Bynum, Ronald Glen “Big Baby” Davis, Christopher Douglas-Roberts, Melvin Ely, Jamario Moon, Darius Miles, Milton Palacio, Ruben Patterson, Eddie Robinson, Gregory Smith, Sebastian Telfair, Charles Watson Jr., Antoine Wright e Anthony Wroten.

A esposa de Anthony Allen, Desiree Allen, também se tornou ré no caso.

Todos eles estão sendo acusados por conspiração para cometer fraude no sistema de saúde e transferência eletrônica.

Quer ficar por dentro de tudo que rola no mundo dos esportes e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles.

Vídeos
Últimas notícias