Na “casa” de Hamilton, Verstappen e Red Bull tentam ampliar liderança

Piloto holandês chega para a 10ª etapa da temporada 2021 da Fórmula 1 com vantagem de 32 pontos sobre o rival britânico

atualizado 17/07/2021 15:52

Bryn Lennon - Formula 1/Formula 1 via Getty Images

A Red Bull vive momento iluminado na Fórmula 1, vinda de cinco vitórias consecutivas e a liderança confortável tanto no Mundial de Construtores quanto de Pilotos. Neste domingo (18/7), Lewis Hamilton aproveitará a torcida a favor de Silverstone, no GP da Inglaterra, para tentar recuperar um pouco do tempo perdido.

A seguir, o Metrópoles te traz todas as informações sobre a 10ª etapa da Fórmula 1 em 2021, que terá transmissão da Band, a partir das 11h. Confira:

O campeonato

Com cinco vitórias consecutivas (quatro de Verstappen e uma de Perez), a Red Bull vem sendo “a” equipe de 2021, liderando o Mundial de Construtores por 40 pontos (252 x 212, da Mercedes) e o de Pilotos — Max tem 182 pontos contra 150 de Lewis Hamilton.

Correndo em casa, em uma prova que tem a expectativa de receber até 350 mil pessoas em três dias de evento, Lewis Hamilton pode usar o GP da Inglaterra para tentar começar algum tipo de reação na temporada. A Mercedes também tem novidades no carro para tentar encurtar a distância. Novidades que chegam em momento apropriado, já que o desempenho da Red Bull durante o fim de semana não deixa muito espaço para tais vislumbres.

O GP contou com uma novidade: uma corrida chamada sprint, de 17 voltas, foi disputada no sábado, para definir o grid de largada para a corrida (confira mais informações abaixo).

O treino classificatório

Max Verstappen ganhou a primeira sprint qualifying da história da Fórmula 1. No sábado, o holandês líder do Campeonato Mundial de Pilotos não se inibiu com a imensa torcida a favor de Lewis Hamilton, na Inglaterra, o ultrapassou na largada para não apenas cravar a pole position, como somar um ponto a mais que o rival na prova rápida de 17 voltas.

A Red Bull Racing comemora mais uma pole de seu principal piloto, a oitava na carreira, ao mesmo tempo em que lamenta o erro de Sérgio Perez, apenas o último no grid após rodar sozinho As Mercedes sai logo atrás, com Hamilton e Valtteri Bottas.

Detalhes do circuito

Circuito histórico, Silverstone foi onde a Fórmula 1 realizou sua primeira prova, em 1951, que contou com presença da Rainha Elizabeth 2ª e foi vencida por Giuseppe Farina, a bordo de um Alfa Romeo. O circuito tem como recordista de vitórias Lewis Hamilton, com sete, seguido do escocês Jim Clark, com cinco, e Nigel Mansell, com quatro.

Distância: 5.891km
Número de voltas: 52
DRS – 2 zonas Zona 1: após a curva 5 (Aintree)
Zona 2: após a curva 14 (Chapel)
Pneus disponíveis: C1 (duros), C2 (médios) e C3 (macios)
Recorde em corrida: 1min27s097 (Max Verstappen, Red Bull, 2020)

GP da Inglaterra em 2020

Recordista de vitórias em Silverstone, Lewis Hamilton foi o grande vencedor da etapa em 2020, vitória que veio com drama na última volta, após uma corrida dominante. O pneu do carro do britânico estourou e ele teve que arrastar sua Mercedes até a bandeirada final, impedindo perigosa aproximação de Verstappen. Charles Leclerc completou o pódio.

Mais lidas
Vídeos
Últimas notícias