James Charles: entenda o mais devastador escândalo do YouTube em 2019

Youtuber perdeu mais de 1,2 milhões de inscritos em um dia por causa de vídeo de sua amiga e influencer de sucesso, Tati Westbrook

Ray Tamarra/GC ImagesRay Tamarra/GC Images

atualizado 15/05/2019 18:47

Na última sexta (10/05/2019) Tati Westbrook, uma das maiores e mais experientes criadoras de conteúdo do YouTube, lançou um vídeo que alcançou mais de 40 milhões de visualizações em quatro dias. Nele, ela chama a atenção para outro criador, James Charles, dizendo: “Não quero ser sua amiga, não quero ser associada a você”.

Depois do vídeo, James Charles perdeu mais de 2,7 milhões de inscritos em menos de uma semana. Mas o que o primeiro garoto-propaganda da Covergirl pode ter feito para essa queda tão brusca?

Tudo começou há três semanas, quando Charles estava sendo criticado por vender ingressos de US$ 500 para sua turnê. Depois, no entanto, internautas lembraram que durante o festival de música Coachella, ele fez um post patrocinado para a companhia Sugar Bear Hair, competidora da companhia de Tati Westbrook, Halo Beauty. Depois de ver a publicação, Tati foi a uma de suas redes sociais para postar um vídeo no qual afirmava se sentir sozinha na indústria: “Todos dizem o que têm que dizer e usam quem têm que usar para avançar”.

Em resposta, no Twitter, Charles afirmou não ter sido pago para fazer a publicação, e que não pensou na competição. Um amigo dele, Gabriel Zamora, também entrou na discussão ao fazer não somente uma publicação no Instagram mas também em um vídeo, onde ele pergunta à Tati por que ela estava “chorando por causa de vitaminas”.

É então que Tati lança o vídeo que destruiu a carreira de James. Intitulado Bye Sister, o vídeo mostra Tati em seu escritório. Ela explica, durante 43 minutos, seu lado da história. Fala do post patrocinado, mas também de outros problemas com James que são, segundo ela, devidos à fama, poder e dinheiro que ele adquiriu ao longo dos anos.

“Você está usando sua fama, seu poder, seu dinheiro para brincar com as emoções das pessoas”, disse. “Você ameaça destruí-los. Você os ameaça com humilhação, e você está fazendo isso para que eles se comportem de maneira sexual ao seu favor mesmo se forem héteros”.

“Você estava descrevendo em detalhe o que queria fazer com o garçom”, explicou Tati, sobre um jantar de aniversário em Seattle com James. “E quando eu disse, ‘James, ele é hétero’, sua resposta foi: ‘Não importa, eu sou uma celebridade’… Tão vulgar”.

Westbrook termina seu vídeo afirmando que terminar sua amizade com James Charles foi difícil, mas que agora já encontrou paz e quer seguir em frente.

No mesmo dia, Charles compartilhou um pedido de desculpas em um vídeo intitulado Tati. Nele, o influencer pede desculpas não somente à Tati Westbrook, mas também ao seu marido, também chamado James. Ele afirmou que se sente terrível por decepcionar seus fãs, amigos e família. Ele também pediu desculpas pela situação das vitaminas e decidiu discutir as alegações que Tati mencionou sobre o modo como Charles interage com homens.

“Aprendi do jeito difícil sobre o jeito que eu interajo com os meninos nos quais tenho interesse, e também aqueles com quem eu deveria ou não deveria conversar”, afirmou Charles no vídeo. “Eu sei que essa é uma conversa desconfortável para algumas pessoas e eu deveria ter tomado mais cuidado antes de fazê-la pública”.

As acusações “dos meninos”
Desde que o drama começou, algumas pessoas têm compartilhado suas próprias experiências com Charles. O mais famoso foi um jovem chamado Gage, que alega ter interagido com o youtuber quando estava tentando explorar sua sexualidade. Ele afirma em vídeo que contou a Charles que era heterossexual, mas que James ainda assim o pressionou.

Outra acusação vem de um jovem chamado Sam Cooke, que parece ser o garçom que Tati mencionou em seu vídeo. Cooke compartilhou sua história também no YouTube, onde ele narra suas interações com Charles começando pela noite do jantar de aniversário. Ele alega que James tentou conseguir o seu número de telefone diversas vezes através de outros funcionários, mas nada aconteceu naquela noite.

Como vocês sabem, essa pessoa, 99,9 ou talvez até 100% do tempo busca homens héteros

Gage

Cooke afirma então que mandou mensagem a Charles no Instagram, afirmando ser bi-curioso, mas que nunca havia feito nada com um homem. James o convidou para passar a noite no quarto de hotel dele em Seattle, onde eles se beijaram.

Eventualmente, James o convidou para visitá-lo em Los Angeles. No entanto, Cooke se sentia confiante de que era heterossexual, então recusou o convite do youtuber – algo que o chateou. “A resposta dele a mim era que ele não achava que eu era hétero”, disse Cooke. Ele então mostrou uma mensagem de James, na qual o influencer escreveu: “Você não será hétero não importa a quantidade de vezes que você disser isso”. Eventualmente os dois pararam de conversar.

Cooke também mencionou Gage, com que Charles conversava mais ou menos na mesma época. “Não queria nada com ele depois [de descobrir isso]”, conta Cooke, “Depois de descobrir que ele estava meio que ‘brincando’ com dois caras héteros, ao mesmo tempo”.

Os números

Reprodução da web/SocialBlade
James Charles perdeu mais de 2,7 milhões de inscritos na última semana

 

Reprodução da web/SocialBlade
Tati Westbrook, por outro lado, foi de 5,9 milhões de inscritos para mais de 10 milhões em 6 dias

Últimas notícias