“Temi ficar inválido”, diz ator Léo Rosa sobre luta contra câncer

O ator explicou porque optou por seguir uma terapia alternativa no tratamento da doença

atualizado 23/01/2020 17:58

Há dois anos, o ator Léo Rosa descobriu que estava com câncer no testículo e que a doença havia se espalhando, com duas metástases; Depois de 29 sessões de quimioterapia, ele recebeu a orientação de realizar um transplante de médula óssea. O artista se recusou a fazer a cirurgia e adotou um método alternativo, a Terapia de Gerson.

“Eles me chamaram para fazer um transplante de medula óssea e eu neguei. Acho muito invasivo. Eu queria fazer a Terapia de Gerson. Posso fazer a cirurgia em algum momento, mas seria a última opção”, contou ao Uol.

Terapia de Gerson

Na Terapia de Gerson, o paciente comem frutas secas, alimentos orgânicos, legumes e cerais integrais. Segundo a teoria, o corpo se recuperaria pela remoção das toxinas e incorporação de nutrientes.

0

A doença fez o ator confrontar a morte, mas ele revela que isso não o abalou tanto. “Durante o processo, o único medo que eu tive foi de ficar totalmente à mercê e não conseguir mais agir, não conseguir mais fazer nada, de alguma maneira ficar completamente inválido, ou qualquer coisa do tipo. Eu sabia que eu não ia mais viver da mesma maneira, que alguma coisa mudaria. Não sabia exatamente o que é, como ainda não sei o que é. Mas sinto que estou saindo dessa situação com muito mais possibilidades do que limitações”, pondera.

“Eu tenho uma evolução de quadro muito, muito positiva. Tenho feito um acompanhamento, principalmente, à base de dieta, orientado pela equipe da clínica que fiz tratamento lá no México. Então, continuo em tratamento nesse sentido, de cuidado, e uma série de restrições que tenho, principalmente alimentares nesse momento”, celebrou.

Léo Rosa protagonizou várias novelas da Record, como Vidas Opostas (2006) e Rei Davi (2012). Agora, ele fará um ponta em Amor de Mãe, vivendo uma jornalista.

Últimas notícias