*
 

Faltam dois meses para que a trama das 21h, “A Força do Querer”, chegue ao fim. A previsão é de que o último capítulo seja levado ao ar dia 20 de outubro e, até lá, há muita coisa que ainda precisa ser explicada.

Qual será o destino de Bibi (Juliana Paes)? O traficante Sabiá (Jonathan Azevedo) vai morrer? Ivana (Carol Duarte) vai, enfim, assumir as aparências de homem? Ritinha (Isis Valverde) será desmascarada? Todas essas perguntas começam a ser respondidas.

Bibi
A Glória Perez, autora de “A Força do Querer”, não descarta a possibilidade de Bibi se transformar em uma assassina. Isso porque a personagem está sempre a um passo de cometer uma tragédia, já que, incentivada por Rubinho (Emilio Dantas), a Perigosa até provocou um incêndio para destruir provas contra os dois.

“Eu acho que ela seria capaz, sim! Não sei se a gente vai chegar nesse lugar, não sei como a Glória Perez vai escrever. No livro não tem isso. A gente faz uma obra de ficção e quem cria aqui é a autora. Mas eu acho que a Bibi é capaz de tudo”, afirmou Juliana Paes.

O desfecho final da personagem ainda é um segreo: só Glória Perez sabe o que de fato ocorrerá. Mas a atriz que interpreta a personagem já deu seu veredicto sobre o assunto: “Se a Bibi morrer, eu vou achar lindo! Morrer em novela é sempre muito dramático. Morrer em novela é redenção completa e definitiva”.

Sabiá
Já o traficante Saibá deve ter um destino diferente do que era esperado. O ator Jonathan Azevedo contou, nesta quarta-feira (23), no programa “Encontro”, que o personagem “morreria”, mas, em seguida, houve uma conversa com Glória Perez e decidiram deixá-lo na trama.

De acordo com o ator, Glória Perez acredita que o personagem cresceu muito nos tempos. Nos próximos capítulos de “A Força do Querer”, Sabiá será resgatado da prisão. Rubinho, comandante do tráfico no morro, levará um tiro e ficará afastado por um tempo.

Ivana
Na última terça-feira (22/8), a atriz Carol Duarte gravou as cenas em a personagem Ivana que corta os próprios cabelos após contar para a mãe, Joyce (Maria Fernanda Cândido), e para o pai, Eugênio (Dan Stulbach), que é transexual.

Ao chegar ao estúdio de gravação, Carol estava animada. “Essas cenas marcam a transição da Ivana para um caminho de liberdade. É um desafio enorme cortar o cabelo em cena, mas as equipes de direção e produção estudaram muito a melhor forma de fazer isso, então estou otimista. Tenho certeza de que teremos um resultado impactante no ar”, contou a atriz.

Ritinha
Enquanto isso, Ritinha será desmascarada por Edinalva (Zezé Polessa). Ao escutar uma conversa de Abel (Tonico Pereira) sobre uma marca de nascença de Zeca (Marco Pigossi), a mãe da “sereia” vai descobrir que o neto não é filho de Ruy (Fiuk).

A mentira de Ritinha será descoberta nos próximos capítulos. E nem será preciso exame de DNA para que a revelação aconteça. Tudo por conta de um detalhe que é comum a todos os homens da família de Abel.

“Desde a hora em que Zeca nasceu, eu vi a marca da nossa família ali na perna dele. Eu sabia que Zeca ia valer por uma mesa cheia de menino!”, recordará o mecânico. “Marca? Que marca?”, questionará Edinalva, intrigada.

“Na família da gente tudo que é menino nasce com um sinalzinho assim no alto da perna”, responderá Nazaré (Luci Pereira). E Abel completará: “ninguém precisa nem dessa conversa de DNA lá em casa. Os meninos tudo já nasce carimbado!”