*
 

O mundo realmente dá voltas e é capaz de surpreender a todos. Nos capítulos finais de Orgulho e Paixão, isso ficará evidente quando Ernesto (Rodrigo Simas), que passou por momentos de extrema dificuldade, se eleger prefeito, em uma meteórica e bem-sucedida entrada na política.

Antes disso, no entanto, o rapaz se vê envolvido numa terrível crise conjugal com Ema (Agatha Moreira), o que coloca o casamento – um dos mais belos já realizados no Vale do Café – em xeque. Incentivados por Elisabeta (Nathalia Dill) e Jane (Pâmela Tomé), os dois resolvem conversar com toda a franqueza do mundo e percebem que o melhor para o casamento deles será cada um ceder um pouco.

Com essa questão mais séria resolvida, Ernesto e Ema resolvem partir com tudo para a realização de seus projetos profissionais. Enquanto ela é reconhecida por seu talento como designer de moda, o que inevitavelmente a leva a ter uma bem-sucedida carreira como empresária, o rapaz se entrega de corpo e alma à política. Afinal, quer uma cidade organizada, segura e com o dinheiro dos impostos sendo bem empregado.

Com propostas interessantes, Ernesto consegue mobilizar vários eleitores e se elege prefeito com uma votação bem folgada, dando início a uma nova era para a região.