Nos próximos capítulos de O Sétimo Guardião, Gabriel (Bruno Gagliasso), já recuperado do atentado a bala que sofreu, terá uma conversa muito importante com Feijão (Cauê Campos). O guardião-mor vai contar ao menino os segredos envolvendo a irmandade que protege a fonte milagrosa. Isso depois de escolhê-lo como um dos protetores do aquífero. O que o filho de Valentina (Lília Cabral) não imagina, é que o garoto, possivelmente, é seu sucessor, já que carrega nas costas a marca da pata de gato.

Com as mortes de Machado (Milhem Cortaz), Feliciano (Leopoldo Pacheco) e Milu (Zezé Polessa), Gabriel vê a necessidade de nomear novos guardiães para a fonte com o objetivo de protegê-la. Assim, além de Feijão, escolhe também Murilo (Eduardo Moscovis) e Luz (Marina Ruy Barbosa). Com isso, espera barrar os crimes cometidos pelo serial killer contra os protetores do aquífero.

Afeiçoado por Feijão – cujo nome verdadeiro é Arnaldo –, Gabriel o leva à sala dos antigos guardiães e lhe mostra o retrato de Egídio (Antonio Calloni), seu falecido pai. O menino fala com carinho do homem, destacando que ela era bastante calado, mas muito bondoso. O assunto passa pela maldição da sociedade secreta – em que há punições para os que desobedecem as regras, podendo até mesmo haver a transformação de um guardião em gato, como o que ocorreu com Murilo –, e o livro da irmandade, que está desaparecido.

Questionado sobre o sumiço do livro, já que estava escondido sob a escrivaninha do escritório quando ele desapareceu, Feijão garante que não viu quem o pegou. Então, assustado, pergunta se poderá ser punido por isso. Gabriel não perde a oportunidade de brincar e afirma que o menino será transformado em gato por vinte e quatro horas. É o bastante para que ele fique aterrorizado, mas o guardião-mor trata de dizer que é apenas uma brincadeira. O que ele não sabe é que Feijão será seu sucessor, pois possui a marca de pata de felino nas costas. A questão é: quando Gabriel morrerá?