Homens?, de Fábio Porchat, aprofunda debate sobre machismo na 2ª temporada

A série está disponível no Comedy Central e no Amazon Prime Video

atualizado 12/05/2020 20:36

Série HomensComedy Central/Divulgação

Fábio Porchat, desde que saiu da Record, acumulou acertos na televisão. Um deles é o Que História É Essa, Porchat?. O outro é a série Homens, que mesmo sem toda a badalação do programa da GNT, está com a segunda temporada no Amazon Prime Video e no Comedy Central.

A série sobre quatro amigos – Alexandre (Fábio Porchat), Gustavo (Gabriel Godoy), Pedrinho (Raphael Logam) e Pedro (Gabriel Louchard) – é uma sitcom, que trata de elementos como sexo, amor, traição, trabalho… A diferença é a presença constante do machismo.

Os quatro protagonistas eram machistas, homofóbicos e uns verdadeiros babacas. Porém, eles se desconstruíram e, agora na segunda temporada, seus preconceitos antes explícitos emergem em situações do estruturais.

O charme e a graça de Homens é justamente na configuração da questão. Longe de buscarem redenção (ou, em linguagem mais atual, ganharem biscoito), os protagonistas são forçados a mudar por justamente serem anacrônicos (menos do que se deveria, é verdade) no ano de 2020.

Na nova safra de aventuras da segunda temporada, eles lidam com fatos como se relacionar com uma mulher trans, ou assumir sua fragilidade diante das mudanças profissionais e alterações no relacionamento.

Outro grande acerto está no papel de Rafael Portugal, que vive o pênis de Alexandre. É ele a representação da masculinidade tóxica, estando o tempo todo trazendo pensamentos do “chernoboy” ao diálogo.

Com leveza e sem o exagero do “feministo”, Homens é uma comédia masculina necessária, que mostra como humor e inteligência podem caminhar juntos.

Últimas notícias