Final de O Sétimo Guardião: Valentina mata Olavo e se apodera da fonte

Cenas vão ao ar nos últimos capítulos da novela das 21h

Reprodução/TV GloboReprodução/TV Globo

atualizado 09/05/2019 18:11

Geralmente, o mal nunca vence no final, mas o autor Aguinaldo Silva resolveu premiar Valentina (Lília Cabral) por sua persistência em se apoderar da fonte milagrosa situada sob o casarão que pertenceu a Egídio (Antonio Calloni). No último capítulo de O Sétimo Guardião, a ambiciosa mulher vai se tornar, enfim, dona do aquífero. Tudo graças às mortes de seu filho, Gabriel (Bruno Gagliasso), e de Olavo (Tony Ramos), assassinado por ela.

Após invadir o terreno que cerca o casarão, Olavo manda funcionários escavarem a área para ter acesso direto à fonte milagrosa. Inconformada, Valentina pega uma arma e atira contra o empresário, mas erra o alvo. Irado com o gesto da mulher, o vilão manda seus capangas dispararem contra o imóvel, sem se preocuparem com quem será baleado. Afinal, na casa estão Valentina, Feijão (Cauê Campos) e Murilo (Eduardo Moscovis), que conseguem escapar do tiroteio e se refugiam na gruta.

A certa altura, Valentina resolve voltar ao interior do casarão e flagra Olavo sozinho, observando os quadros que retratam todos aqueles que ocuparam a função de guardião-mor e atentando-se especialmente para a imagem de Gabriel. Ao perceber a presença de sua antiga aliada armada, o empresário diz para ela ter cuidado, pois já tentou matá-lo antes e não deu certo.

No entanto, Valentina não perde a oportunidade. Decidida, a mulher diz para o vilão ficar tranquilo, pois não vai doer nada. Afirmando estar cansada dele, a mãe de Gabriel dá um tiro certeiro no peito de Olavo. Atônito, o homem vê o ferimento, solta um palavrão, se revolta pela iminência de sua morte, já que iria faturar uma fortuna com a exploração da fonte, e cai morto no chão. A assassina olha por algum tempo para o corpo dele e volta para a gruta. Um crime que jamais  será elucidado.

Passados sete anos, no casarão – que terá sido doado por Valentina para a Prefeitura de Serro Azul – é inaugurada a Fundação Gabriel Marsalla. Por meio dela, é preservado o tesouro arqueológico encontrado por Feijão. Porém, a esperta empresária não fará isso “de graça”. Em troca, receberá um estoque anual da água milagrosa, que usa em cremes de rejuvenescimento que renderão uma fortuna incalculável.

Últimas notícias