*
 

A sorte, quem diria, volta a sorrir para Rodolfo (Johnny Massaro). Se ultimamente o mais jovem dos Monferrato só sofreu derrotas, como perder o trono para seu irmão, Afonso (Rômulo Estrela), ser expulso de Montemor e ter até mesmo que trabalhar varrendo o chão do castelo de Alcaluz, em breve os ventos da fortuna vão soprar a seu favor.

Exilado no reino governado por Margô (Cristina Mutarelli), a louca tia de Lucrécia (Tatá Werneck), Rodolfo passa por poucas e boas na companhia de seus conselheiros, Orlando (Daniel Warren) e Petrônio (Leandro Daniel). Afinal, para terem o direito de morar no castelo, os três são obrigados a trabalhar quase como escravos.

Para piorar ainda mais a situação, a rainha Margô, de uma hora para outra, passa a pensar que Rodolfo é Guilherme de Monferrato. Nada demais, não fosse o tal homem avô dele, e que deixou a monarca esperando no altar no dia em que iriam se casar. Ao
falar a respeito disso, Heráclito (Marcos Oliveira) deixa claro: o irmão de Afonso está em sérios apuros.

Ardilosa, Lucrécia usa a tia para se vingar de Rodolfo, enchendo a cabeça de Margô de ideias para tornar a vida do antigo rei de Montemor um verdadeiro inferno. É o que acontece, mas a sorte do ex-monarca muda quando ele, ao tentar se esconder, esbarra numa parede e abre sem querer uma passagem secreta.

Curioso, ele entra no local e se depara com uma sela secreta contendo um gigantesco tesouro guardado pela louca rainha de Alcaluz. Atônito e feliz, Rodolfo começa a arquitetar como levar embora a fortuna e pensa em tudo o que poderá fazer com essa riqueza, o que inclui retomar a coroa de Montemor de seu irmão.

 

 

COMENTE

resumo de novelanovela das 7deus salve o reinovela das seteNovela das 19hjohnny massaro
comunicar erro à redação

Leia mais: Televisão