Datena se irrita após vídeo antigo com críticas a Guedes viralizar

Contratado da Band afirmou que não aceita que suas falas sejam usadas em campanhas políticas

atualizado 26/10/2022 19:46

Imagem colorida de Datena no Brasil Urgente fazendo pedido - Metrópoles Reprodução

O apresentador José Luiz Datena se irritou com um vídeo em que ele critica o ministro da Economia, Paulo Guedes, voltar a circular nas redes sociais. Durante o Brasil Urgente desta quarta (26/10), o contratado da Band afirmou que não aceita que suas falas sejam usadas em campanhas políticas.

No vídeo em questão, Datena diz ao presidente Jair Bolsonaro (PL) que o chefe do Executivo está “querendo afundar o Brasil” com o ministro da Economia.

Publicidade do parceiro Metrópoles 1
Publicidade do parceiro Metrópoles 2
Publicidade do parceiro Metrópoles 3
Publicidade do parceiro Metrópoles 4
Publicidade do parceiro Metrópoles 5
Publicidade do parceiro Metrópoles 6
0

“O senhor é parente do Paulo Guedes?”, questiona Datena ao presidente. “Esse homem aqui é um homem que já mostrou que não gosta de pobre, e ferrou o pobre até agora”, diz outro trecho do vídeo. Veja:

Nesta quarta, Datena disparou: “Eu não admito, e nem a Band admite, que se tire trechos de programas que eu fiz aqui, ou que eu faço aqui, para misturar o meu nome com campanha política de qualquer um que seja. Isso é crime, isso é fake news!”.

“Eu fiz comentário sobre o Paulo Guedes há 100 anos atrás. Estou procurando evitar falar de política porque eu não quis apoiar nem Bolsonaro, nem Lula, então, não use vídeos meus pra dizer que eu estou apoiando esse ou aquele com comentários de muito tempo atrás, entendeu?”, completou o apresentador, que esteve com os dois candidatos em diferentes momentos neste 2ºturno.

“Estão usando vídeos meus que não tem nada a ver pra apoiar a campanha de A ou B. Não estou apoiando ninguém, nem vou votar em ninguém. Esses vídeos aí são fake news porque não é divulgado no momento que foi feito. Se eu tivesse feito um comentário agora há pouco e, mesmo assim, não tem autorização de usar trecho de programas meus aqui na Band em campanha política. Isso é sacanagem, então desconsidera esses vídeos aí”, completou o veterano.

Mais lidas
Últimas notícias