*
 

Estreia nesta sexta-feira (15/9) “American Vandal”, série da Netflix produzida por Tony Yacenda (“Pillow Talking”) e Dan Perrault (“Honest Trailers”), além do showrunner Dan Lagana (“Zach Stone Is Gonna Be Famous”). O seriado, com oito episódios de 30 minutos cada, acompanha a vida de Dylan Maxwell, um jovem desaforado, acusado de vandalizar 27 carros dos funcionários da escola com pichações de pintos.

Ao tomar conhecimento da história de Dylan, um documentarista amador decide ajudar o jovem e explorar sua história em um produto cinematográfico. Achou o roteiro parecido com outras propostas da própria Netflix? Meio “Making a Murderer”, não?

 

“American Vandal” é uma ficção. O seriado traz críticas aos documentários investigativos, que, nos últimos anos, tornaram-se extremamente populares na televisão mundial. No escopo da sátira, estão atrações como “Making a Murderer” e “American Crime Story”.

Ao melhor estilo mockumentary (filmes de ficção que satirizam documentários), “American Vandal” promete ironias e sátiras do começo ao fim: uma espécie de Borat das séries de crime. O seriado tem tudo para ser mais um viral da Netflix.

 

 

COMENTE

NetflixAmerican Vandalsátira
comunicar erro à redação

Leia mais: Televisão