Grupo dos Dez estreia Madame Satã na Caixa Cultural Brasília

O espetáculo está em cartaz há três anos e vem à capital federal pela primeira vez para uma curta temporada

atualizado 30/05/2018 11:37

Guto Muniz/Divulgação

De 7 a 17 de junho, o espetáculo Madame Satã será apresentado no teatro da Caixa Cultural Brasília. Dirigida por João das Neves e Rodrigo Gerônimo e encenada pelo Grupo dos Dez, a montagem conta a história da personagem que ficou conhecida como o primeiro travesti do Brasil.

A história de Madame Satã começa com o jovem João Francisco dos Santos, um dos 18 filhos de uma família pobre, que é trocado por uma égua e eventualmente se torna uma figura mitológica da Lapa, no Rio de Janeiro: negro, pobre e homossexual.

O espetáculo, porém, usa a história de Madame e a traz para a atualidade, tornando-a uma metáfora de uma ideologia política e estética. Ela é símbolo da incorporação de elementos culturais da Europa ocidental à “malandragem” carioca, com pitadas de referências a manifestações africanas.

Guto Muniz/Divulgação
Segundo o diretor João das Neves: “Madame Satã não é uma personagem do passado. Está aqui, nas ruas”.

 

O espetáculo está há três anos em cartaz e foi indicado como um dos melhores do ano em 2017 pela Folha de S. Paulo. Venceu o Prêmio Leda Maria Martins 2017 na categoria de Melhor Espetáculo de Longa Duração e recebeu indicações a diversos outros prêmios.

Madame Satã
A partir de quinta (7/6) e até 17/6, no teatro da Caixa Cultural (Setor Bancário Sul, lotes 3/4, quadra 4). Sessões de quinta a sábado, às 20h, e domingo, às 19h. Ingressos à venda a partir de R$ 5 (meia) na bilheteria do teatro. Não recomendado para menores de 16 anos

Mais lidas
Últimas notícias