Ator Cláudio Falcão, criador de Mary Help, morre aos 49 anos

Uma das principais figuras do teatro de Brasília, Claudio Falcão foi encontrado morto em casa nesta segunda-feira (8/3)

atualizado 08/03/2021 19:08

Divulgação

O ator brasiliense Claudio Falcão, conhecido pela inesquecível personagem Mary Help, morreu, nesta segunda-feira (8/3), vítima de um infarto, aos 49 anos. O artista foi encontrado, já sem vida, em sua casa. A informação foi confirmada ao Metrópoles pela assessoria de imprensa da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal e por familiares de Falcão.

Fontes próximas à família de Cláudio afirmaram que uma prima foi quem localizou o corpo do ator, no apartamento em que ele morava no Guará II, na tarde desta segunda (8/3).

Ainda não se tem informações sobre o velório e o enterro de Claudio Falcão.

0
Trajetória

Figura conhecida do público e dos teatros brasiliense, o ator Claudio Falcão marcou uma geração com a personagem Mary Help, que tinha esquetes em rádio e também nos palcos da cidade. Criadas em 1990, também faziam parte do arco da “típica garota brasiliense” Berenice e Gorete e Mary Help.

Nascido em 1972, Claudio Falcão dedicou quase 40 anos de sua vida aos palcos e ao humor, trabalhando com nomes de destaque da capital, como Hugo Rodas e Lenora Lobo.

Dono de uma saúde debilitada, durante nove anos, o ator precisou se submeter a hemodiálise, até realizar um transplante de rim. Então, em 2015, ele criou a peça Crônico Cômico, onde fazia humor com a sua condição de paciente.

Em 2018, ele retornou com o espetáculo: “Minha motivação é o prazer que realmente sinto em estar em cena. Quando as luzes se acendem é como se todas as dores evaporassem por completo”, disse, à época, para o Metrópoles.

Últimas notícias