Power Ranger vermelho é preso por fraude em auxílio-covid nos EUA

Austin St. John é acusado de roubar o equivalente a R$ 17 milhões em benefícios para empresas afetadas pela pandemia

atualizado 20/05/2022 17:01

Austin St. John, o primeiro Power Ranger vermelhoInstagram/Reprodução

Austin St. John, o primeiro Power Ranger vermelho, foi preso na manhã desta sexta-feira (20/5) em sua casa, no Texas (EUA), por suspeita de ter fraudado informações para obter o auxílio emergencial contra a Covid-19.

Segundo o site norte-americano TMZ, o intérprete de Jason na série de ação foi preso com outras 17 pessoas acusadas de fraude. O artista de 47 anos teria atuado em um esquema para fraudar o programa de proteção a pequenas empresas afetadas pela pandemia.

0

Investigação policial aponta que Austin St. John teria roubado US$ 3,5 milhões (aproximadamente R$ 17 milhões) por meio 16 empréstimos ilegais.

A equipe de Austin St. John publicou no Instagram uma nota eximindo o ator de culpa pelas fraudes.

“A acusação detalhada hoje é preenchida por uma multidão de indivíduos – a maioria dos quais Austin não tem conhecimento e nunca conheceu ou interagiu. É de nosso entendimento que Austin colocou sua fé, reputação e finanças nas mãos de terceiros cujos objetivos eram egocêntricos e, em última análise, manipularam e traíram sua confiança. Esperamos que a equipe jurídica de Austin se defenda com sucesso dessas acusações e leve à sua exoneração final. Pedimos que vocês respeitem a privacidade da família de Austin à luz dessa situação grave e agradecemos seu apoio.”

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Austin St. John -Power Rangers (@austin_st_john)


Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesfamosos.

Mais lidas
Últimas notícias