Parques e cinema: analistas estimam perda bilionária para Disney

As ações da companhia sofreram impacto em três diferentes áreas e chegaram a menos de US$ 100 na última semana

atualizado 16/03/2020 13:13

Mickey Mouse na pose do meme "Vai pá onde?"Instagram/Reprodução

O impacto da pandemia do coronavírus e o fechamento de empresas para evitar aglomerações afetou gravemente a companhia Disney. A empresa está enfrentando perdas de bilhões, conforme acreditam analistas do mercado financeiro.

A Disney sofreu impacto em três diferentes áreas: nos cinemas, com o adiamento de lançamentos e paralisação de filmagens; na televisão, pois a empresa é responsável por transmitir campeonatos que foram suspensos, como a NBA; e nos parques temáticos, que foram fechados por tempo indeterminado. As ações da Disney chegaram a menos de US$ 100 na última semana.

A analista do banco de investimentos Needham Laura Martin, que teve um relatório citado pela revista The Hollywood Reporter, considera que a situação da companhia não deve se resolver facilmente.

“Não acreditamos que a demanda reprimida será compensada em outras datas, porque os parques da Disney operam normalmente quase em sua capacidade total, as temporadas de esportes acabam, e os filmes adiados enfrentam mais competição e requerem mais gastos com marketing”, afirmou Laura.

Já o analista da Rosenblatt Securities Bernie McTerbab, considerou que a Disney “perdeu cerca de US$ 85 bilhões em valor de mercado” e sugeriu que a Apple poderia considerar aproveitar o momento para comprar a casa do Mickey. “Acreditamos que mega-empresas cujas ações performaram melhor que as da Disney nas últimas semanas, como a Apple, poderiam se aproveitar dessa volatilidade. O lado bom de adquirir a Disney seria garantir a estratégia de conteúdo e streaming deles e a potencial sinergia de acrescentar o ecossistema Disney à plataforma iOS”, considerou o analista.

Últimas notícias