Pabllo Vittar critica escolha de Xuxa para apresentar Drag Race Brasil

Cantora afirmou que a arte drag é para todos, mas que ficaria feliz em ver artistas em que se inspira como protagonistas

atualizado 21/09/2021 12:46

Pabllo Vittar e XuxaReprodução

Considerada uma das drag queens mais influentes da atualidade, Pabllo Vittar ser pronunciou sobre a polêmica envolvendo a escolha de Xuxa para apresentar a versão brasileira de Drag Race, programa que se popularizou no mundo sob o comando de Rupaul. Segundo a colunista Carla Bittencourt,  a atração será exibida pela Globo, com previsão de estreia para 2022.

Ao ser questionada pelo Metrópoles durante coletiva de imprensa do MTV Miaw sobre a ausência de protagonismo das drags queens brasileiras no grande mainstream, a artista esclareceu que qualquer pessoa pode fazer drag, mas que se sentiria mais representada ao ver suas influências ocupando este espaço na TV.

“Drag é uma arte pra todos, mas eu ficaria muito honrada em ver as drags que abriram a porta pra mim, protagonizando momentos como esse, as drags que fizeram mesmo a diferença na minha vida e as que inspiram quem está começando agora. Ficaria feliz em poder ver isso, me sentiria representada”, disse Pabllo, citando ícones da arte drag como Silvetty Montilla, Márcia Pantera e Alexia Twitter.

0

A cantora afirma que apesar do momento que está vivendo na carreira — apresentando importantes eventos como o MTV Miaw, em que também concorre a nove categorias — as artistas LGBTQIA+ ainda encontram grandes desafios na busca por espaço.

“Eu sou a ponta do iceberg. Tem muita coisa pra acontecer ainda, se a gente olhar em volta a gente vai ver tantos talentos  sem o mesmo alcance. Estou aqui porque muitas pessoas abriram as portas pra mim, correram para que eu estivesse aqui, agora, jogando minhas laces”, afirmou Pabllo.

Quer ficar por dentro do mundo dos famosos e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoleshttps://t.me/metropolesfamosos.

Últimas notícias